Max Verstappen domina na Malásia, Vettel recupera até quarto

Max Verstappen ultrapassou Lewis Hamilton nas primeiras voltas e dominou o resto da corrida para triunfar pela segunda vez na Fórmula 1.

O holandês arrancou da terceira posição mas tinha apenas o Mercedes de Lewis Hamilton à sua frente, já que Kimi Raikkonen não participou na corrida devido a um problema no motor do seu Ferrari.

Relacionadas

Hamilton fez uma boa partida mas não evitou a ultrapassagem de Verstappen na quarta volta. A partir daí, o piloto da Red Bull dominou por completo, terminando com uma vantagem superior a 12 segundos.

Daniel Ricciardo nunca esteve em posição de lutar pela vitória mas teve de defender a terceira posição com unhas e dentes nas últimas voltas.

Com um novo motor, Vettel recuperou 16 posições e ainda tentou atacar Ricciardo e chegar ao pódio, mas foi obrigado a reduzir o ritmo devido ao sobreaquecimento do motor do seu SF70H.

Num bizarro acidente já após a bandeira de xadrez, Vettel colidiu com o Williams de Lance Stroll e ficou sem uma roda no seu SF70H.

Valtteri Bottas não conseguiu igualar o ritmo de Vettel e fez uma corrida discreta, terminando em quinto a quase um minuto de Verstappen.

Infetado por um vírus na Malásia, Sergio Perez esteve à altura do desafio e levou o Force India à sexta posição, na frente do McLaren de Stoffel Vandoorne, que confirmou o bom desempenho da qualificação.

Em oitavo e nono ficaram os dois Williams, com Lance Stroll a bater o colega de equipa Felipe Massa.

Esteban Ocon esteve envolvido em toques com Sainz e Massa e perdeu algum tempo, mas ainda conseguiu terminar nos pontos.

Para além de Raikkonen, Sainz foi o único piloto a abandonar - e também com um problema no motor. Por outro lado, Pierre Gasly completou a sua primeira corrida na Fórmula 1 e foi o 14º classificado, na frente dos dois carros da Renault e da Sauber e atrás de Fernando Alonso e dos Haas de Kevin Magnussen e Romain Grosjean.

Classificação do Grande Prémio da Malásia