Red Bull reitera apoio a Pérez e ressalta: "Único a vencer em 2023 além de Verstappen"

Christian Horner acredita que basta um fim de semana bom para Sergio Pérez voltar a ter boas performances na temporada, uma vez que apenas ele e Max Verstappen subiram ao degrau mais alto do pódio em 2023

Mesmo após Sergio Pérez não conseguir ir ao Q3 por três GPs seguidos, a Red Bull garantiu que continuará a apoiar o piloto mexicano na temporada 2023 da Fórmula 1. Christian Horner lembrou, inclusive, que Checo foi o único a vencer este ano além de Max Verstappen.

O drama atual de Pérez começou no GP de Mônaco, onde ele bateu ainda no Q1 e não conseguiu marcar pontos na corrida. No GP da Espanha, ele também teve problemas e ficou no Q2, assim como no GP do Canadá, onde a chuva embaralhou o grid de largada.

Relacionadas

O momento ruim do piloto do carro #11 acaba trazendo críticas e rumores de que os taurinos já pensam num substituto, algo que o dirigente descartou. “Ele é o segundo colocado no Mundial no momento e é o único outro piloto que venceu duas corridas além de Max este ano. Então, sim, precisamos apoiá-lo durante esse período. E tenho certeza de que ele encontrará sua forma novamente em breve", disse Horner.

“Acredito que Pérez só precisa de um bom fim de semana para elevar sua confiança. Ele teve três finais de semana difíceis, três sábados complicados, isso te coloca em uma má posição no domingo. E já vimos do que Checo é capaz, há apenas um ou dois meses. Ele só precisa ter um fim de semana forte para encontrar essa confiança. E aí não tenho dúvida de que ele vai voltar", acrescentou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Horner acredita que Pérez só precisa de um final de semana consistente para confiança voltar (Foto: Mark Thompson/Getty Images)

O próprio Pérez sabe que está encontrando dificuldades neste momento da temporada 2023 da F1 e está trabalhando com seus engenheiros para que possa reverter o período de baixa. 

“Sim, certamente vamos trabalhar duro, junto com a equipe, para garantir que descobrimos o que está acontecendo no momento", disse o mexicano à revista Autosport. "É como as coisas são, você tem de ser forte mentalmente. E sou forte. E sei que vou superar este período difícil de basicamente duas corridas porque em Mônaco, eu cometi um erro e isso levou ao fim de semana ruim. Mas acho que apesar disso tínhamos o ritmo, e seria um pouco mais preocupante se não o tivesse”, declarou o piloto da Red Bull.

Fórmula 1 volta em duas semanas, entre os dias 30 de junho e 2 de julho, com o GP da Áustria, em Spielberg, nona etapa da temporada 2023. E o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo.