Mercedes diz que desclassificação de Hamilton "dói", mas reconhece: "Regras são regras"

Toto Wolff abordou os pontos positivos e negativos da Mercedes após o GP dos Estados Unidos. Mandatário admitiu que desclassificação de Lewis Hamilton é dolorosa, mas atualizações no W14 parecem passo à frente

A Mercedes tenta manter a cabeça erguida depois da desclassificação de Lewis Hamilton no GP dos Estados Unidos, disputado no último domingo (22). O heptacampeão mundial cruzou a linha de chegada em segundo, mas o desgaste excessivo da prancha de madeira do assoalho, identificado após inspeção da FIA, marcou a desclassificação do piloto inglês, que é terceiro colocado no Mundial de Pilotos.

Chefe de equipe, Toto Wolff falou sobre os pontos positivos e negativos do fim de semana em Austin. A Mercedes lançou uma atualização no W14 e viu um salto de performance, com Hamilton chegando no top-3. A esperança é de estar na briga por vitórias, algo que não acontece desde o GP de São Paulo de 2022.

Relacionadas

"Austin foi um fim de semana de sentimentos mistos. Os positivos é que a atualização que temos parece ter nos dado um passo à frente em termos de performance. Nosso ritmo foi forte durante todo o fim de semana e encorajador para estar na briga da vitória", afirmou Wolff em entrevista ao site da Mercedes.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Lewis Hamilton (Foto: Mercedes)

O mandatário também afirmou que a desclassificação de Hamilton é dolorosa, mas faz parte de um fim de semana complicado. A Mercedes acredita que o desgaste excessivo do assoalho se deve às ondulações do Circuito das Américas e pelo fator da corrida sprint, realizada no sábado.

"O negativo, é claro, foi falhar em capitalizar nosso ritmo com resultado. Perder um pódio dói e não é uma posição em que queremos estar. As complexidades de um fim de semana com sprint e um circuito ondulado nos pegou. Mas regras são regras. Vamos aprender disso e melhorar. Agora vamos para a próxima corrida", completou.

Fórmula 1 retorna já no próximo fim de semana, com o GP da Cidade do México, no Autódromo Hermanos Rodríguez, para a 19ª etapa da temporada 2023.