Verstappen revela que Red Bull impediu participação em exibição no Nordschleife

Max Verstappen revelou que se candidatou a guiar a Red Bull na demonstração que acontecerá no Nordschleife, em Nürburgring, mas que foi impedido por Helmut Marko

Bicampeão mundial de Fórmula 1, Max Verstappen revelou que foi proibido pela Red Bull de participar de uma exibição no histórico circuito de Nürburgring Nordschleife, na Alemanha. A equipe taurina visitará a pista em setembro com o RB7, carro da temporada de 2011, com o tetracampeão Sebastian Vettel e o piloto de testes Daniel Ricciardo.

O circuito de Nordschleife faz parte do complexo de Nürburgring e tem 20.8 km de extensão (após a reforma. Chegou a ter 22.5). Entre 1950 e 1976, recebeu corridas da Fórmula 1 até o grave acidente de Niki Lauda. Pelos problemas de segurança, a pista saiu do calendário, e Nürburgring só retornou anos depois em um novo traçado, que recebeu o Mundial em diversas ocasiões entre 1984 e 2020.

Relacionadas

"Queria fazer, mas Helmut não deixou. Ele sabia que eu ia tentar e ir além dos limites. Amaria fazer. Não quero criar problemas desnecessários. Ouvi que isso ia acontecer e Helmut estava na mesa quando surgiu, e disse: 'não, não, não. Você não vai fazer isso'", comentou Max durante a coletiva de imprensa do GP do Canadá.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Circuito de Nordschleife nos anos 1970 (Foto: Reprodução)

A última vez que um carro de F1 apareceu no Nordschleife foi em 2013 com Michael Schumacher, em exibição na Mercedes. A oportunidade marca o retorno de Sebastian Vettel ao time. O tetracampeão mundial, que aposentou ao fim de 2022, conquistou os quatro títulos mundiais pela Red Bull, e terá a oportunidade de guiar o bólido do bicampeonato, em 2011.

Enquanto Vettel e Riccardo farão apenas demonstrações, Max admite que tem o desejo de quebrar o recorde da pista, que atualmente pertence ao falecido piloto Stefan Bellof, que anotou 6min11s130 com um Porsche 956 nos 1000km de Nürburgring, em 1983.

"Definitivamente tentaria", disse Verstappen com sorriso no rosto. "Mas você precisaria usar pneus apropriados, sem ser o de demonstração, o que é proibido. Também é perigoso pilotar lá. Mas depende do jeito que você bate. Não é o plano, mas espero fazer um dia", concluiu.

Fórmula 1 retorna fim de semana, com o GP do Canadá programado para acontecer entre os dias 16 e 18 de junho — com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.