Verstappen vive novo auge a cada semana. E briga na F1 2023 é com recordes

Max Verstappen é o virtual tricampeão consecutivo, mas ainda tem uma batalha interessante pela frente: contra os recordes históricos. Porque são só as maiores marcas que um imparável Verstappen ainda tem para bater em 2023

Max Verstappen vive há anos o auge. E é um auge que parece se renovar a cada semana, a cada corrida ficar mais alto, mais perfeito. A versão 2023 do holandês é imbatível, com um carro histórico em mãos, muita qualidade e concentração lá em cima. Como fazer para derrubá-lo?

A resposta, ao menos neste ano, é clara: não faz. Simples. Verstappen é o virtual tricampeão consecutivo da F1 e a gente já está quase mudando o termo virtual aí, viu? Max e a Red Bull, em perfeita sintonia, vão ficando mais fortes a cada corrida que passa e sem precisar de atualizações mil no carro. Deixa isso para os rivais e vai administrando a dianteira sem muitos sustos.

Relacionadas

A versão atual do rapaz tem a perfeição na tocada que apresenta há uns 4 anos, a concentração que foi sendo somada temporada após temporada, a agressividade desde os tempos de kart, a velocidade e o talento que, aí não tem jeito, são naturais. Por tudo isso, a briga atual de Max é com os recordes históricos, com as marcas que pareciam impossíveis de se alcançar até outro dia.

Max Verstappen, Lewis Hamilton e Fernando Alonso poderiam formar ótima briga (Foto: AFP)

Temos de ser justos aqui também: a gente poderia estar vendo um duelo ou até mesmo uma briga tripla com Lewis Hamilton e Fernando Alonso aí nesse balaio. A questão é que aí entra a parte da Red Bull ser melhor que as rivais. Isso faz parte do jogo e derruba muito as chances das lendas adversárias. Assim, Lewis e Fernando vão brigar pelo vice com um Sergio Pérez muito do capenga. E tudo bem, faz parte, o esporte tem dessas. Desfrutemos dessa outra disputa, pois.

Mas vamos focar de novo aqui em Verstappen, ok? A briga que a gente trata no texto de hoje é a de Max contra os recordes. E eles vão caindo um a um, as marcas vão sendo derrubadas. Por exemplo: o holandês já entrou no top-5 de vitórias na história da F1, pegando Ayrton Senna, com 41. Os próximos alvos são Alain Prost (51) e Sebastian Vettel (53). Dá, né? Ou parece tão absurdo assim imaginar Max levando todas as corridas que ainda faltam e, assim, fechando o ano com 55? Pois é…

“Odeio comparar gerações diferentes, mas, da minha parte, a única coisa que posso dizer é que, quando eu era um garotinho pilotando karts, sonhava em ser um piloto de F1 e nunca imaginei que venceria 41 corridas. Então, é claro, empatar com Ayrton é algo incrível. Estou orgulhoso por isso, mas, espero não parar por aí. Espero que vençamos mais corridas”, disse Max. Spoiler: você vai ganhar, no mínimo, o dobro disso.

Max Verstappen venceu o GP do Canadá e segue em liga própria na F1 2023 (Foto: Red Bull Content Pool)

Vitórias em um mesmo ano? Bom, essa marca já é dele, com 15 em 2022, mas cabe mais, né? Muito mais. Já são 6 em 8 corridas, isso aí deve ser demolido em 2023. Títulos? Com o tri encaminhado, Verstappen vem para assumir a sexta colocação histórica, com o próprio Senna, Nelson Piquet, Niki Lauda, Jackie Stewart e Jack Brabham.

Nos pódios, matematicamente já não há como subir na lista, mas Max aparece em sétimo, também tendo superado Senna em 2023. Dá para colar nos 100 pódios, pelo menos, um tremendo marco. Até em poles, possivelmente o único ponto em que Verstappen ainda não seja perfeito, o top-10 vai rolar este ano. São 25 vezes em primeiro no grid, com mais 8 o cara vira até top-5. Impressionante.

E obviamente outras marcas vão acabar caindo aí no meio do caminho e a gente nem sabe que elas existem. Por exemplo: Verstappen está perto de ser o cara a liderar mais voltas seguidas em todos os tempos. Loucura, né? Ainda vem mais algumas desse tipo por aí, com certeza.

Em uma F1 2023 sem muito sal, Verstappen não tem culpa por estar tão melhor que todo mundo. E faz o que tem de ser feito: aproveita e vai escrevendo ainda mais o nome na história. Já é um dos maiores.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da Fórmula 1 2023 AO VIVO e EM TEMPO REAL. A próxima etapa está marcada para acontecer entre 30 de junho e 2 de julho, com o GP da Áustria. No sábado e no domingo, há também a segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!