Hamilton quebra jejum de quase 20 meses sem poles na F1 no GP da Hungria de 2023

Lewis Hamilton cravou a pole do GP da Hungria e, assim, encerrou uma seca de quase 600 dias sem partir da posição de honra na F1

Lewis Hamilton garantiu a 104ª pole na F1 e encerrou o jejum mais longo da carreira. Neste sábado (22), o heptacampeão achou uma volta mágica para interromper o domínio de Max Verstappen na classificação do GP da Hungria e garantiu o primeiro lugar no grid de largada.

Foram nada menos que 594 dias sem poles para Hamilton na F1, a maior seca da carreira do piloto mais vencedor e recordista de poles de todos os tempos. Em outra perspectiva, foram praticamente 20 meses sem partir da primeira colocação do grid para Lewis.

Lewis Hamilton sai na pole na Hungria (Foto: AFP)

Relacionadas

A última vez de Hamilton em primeiro no grid tinha sido o GP da Arábia Saudita de 2021, em meio à guerra particular com Verstappen pela disputa do título daquela temporada.

Com a quebra do jejum, Hamilton atingiu um recorde: fez a nona pole no Hungaroring, algo que nenhum outro piloto conseguiu em qualquer pista que seja. O domínio do inglês é impressionante em Budapeste: caso vença, será o primeiro piloto a ter nove vitórias em qualquer circuito.

Fórmula 1 retorna neste domingo para a disputa do GP da Hungria, com largada prevista para as 10h (de Brasília, GMT-3). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2023 AO VIVO e em TEMPO REAL. Antes, a partir das 9h40, o GP abre a transmissão em segunda tela no canal 1 do YouTube, em parceria com a Voz do Esporte.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!