Norris diz que "deveria ter brigado por duas vitórias" em etapa "frustrante" no Catar

Lando Norris foi ao pódio na sprint e na corrida de domingo do GP do Catar, mas saiu frustrado. O inglês entende que, com desempenhos melhores nas duas classificações, poderia até ter vencido nos dois dias

Os bons resultados no GP do Catar não deixaram Lando Norris satisfeito. O inglês da McLaren falou em frustração por não ter brigado pelas vitórias na corrida e na sprint, entendendo que os erros cometidos nas duas classificações o tiraram do páreo e do duelo direto com Max Verstappen no domingo (8).

Lando explicou que a McLaren sempre soube que seria competitiva em Lusail, mas que o primeiro objetivo era superar as Mercedes, algo que foi facilitado quando George Russell e Lewis Hamilton se encontraram na primeira volta.

Relacionadas

"Sabíamos que a gente tinha um ótimo ritmo. Foi um pouco duro fazer aquele monte de pit-stops e coisas do tipo. Acho que ninguém sabia exatamente como seria isso. Mas a gente sabia que o nosso ritmo seria ótimo. Talvez, no começo, não para vencer, mas para estar lá na frente, brigando com as Mercedes, mas a Mercedes fez um trabalho incrível facilitando as coisas para a gente", disse.

Norris foi ao pódio nos dois dias, mas queria mais no Catar (Foto: Red Bull Content Pool)

Para Norris, porém, a vitória era possível. Segundo o piloto britânico, a McLaren, que venceu no sábado com Oscar Piastri na sprint, poderia ter repetido a dose no domingo e batido de frente com Verstappen, mas os problemas com limites de pista na classificação acabaram com as chances. Lando largou apenas em décimo, com duas voltas deletadas no Q3.

"Então, pude focar em pegar os caras que já sabia que seríamos mais rápidos, as Ferrari, as Aston Martin. Logo na primeira curva, quando tudo aconteceu, sabia que o pódio era uma realidade, então, virou minha meta. Para ser honesto comigo mesmo, eu deveria ter brigado pelas duas poles e, provavelmente, pelas duas vitórias. Sei que é algo forte de ser dito, mas, se as coisas acontecessem, se eu apenas fizesse um trabalho melhor, sem erros que cometi na sexta-feira e no sábado, poderia acontecer", seguiu.

Norris fechou em terceiro na sprint e na corrida principal, mas saiu decepcionado. O piloto de 23 anos, afinal, já viu Daniel Ricciardo vencer enquanto companheiro de equipe na Itália em 2021 e, agora, também tem Piastri no topo do pódio, ainda que da sprint.

"É por isso que fiquei tão frustrado, porque sabia o que estava em jogo, que poderíamos vencer as duas corridas. Sinto como se fosse um fim de semana de oportunidades perdidas para mim, poderia mesmo ter ao menos brigado com Max, ter dado essa chance para a gente", completou.

Norris ocupa a sétima colocação no Mundial de Pilotos, com 136 pontos anotados até aqui. O britânico tem 53 tentos a mais que Piastri.

Fórmula 1 volta daqui a duas semanas, entre os dias 20 e 22 de outubro, em Austin, com o GP dos Estados Unidos, o primeiro da última perna tripla da temporada. E o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!