Fórmula 1 encara ameaça real de chuva durante sábado de classificação do GP da Holanda

É dia de formação do grid de largada para o GP da Holanda de Fórmula 1 e, com ele, o aumento exponencial das chances de chuva

A Fórmula 1 chega para este sábado (26), dia de formação do grid de largada para o GP da Holanda, nos Países Baixos, com ameaça real da chuva. Se a água não deu as caras na sexta-feira, o sábado será diferente, sobretudo nas primeiras horas da manhã e tarde.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Relacionadas

As informações são do serviço de meteorologia Accuweather. De acordo com o veículo, porém, as chances diminuem ao longo do dia. Uma hora antes da classificação, por exemplo, a ameaça da chuva é de 49%, enquanto às 15h locais (10h de Brasília, GMT-3) a chance de chover cai para 20%.

Além disso, a expectativa é de 19°C de temperatura e 18°C de sensação térmica, enquanto os ventos se aproximam de 35 km/h de média e rajadas. O céu estará 65% coberto por nuvens, com alguma aparição do sol. Entretanto, existe a possibilidade que a pista esteja ao menos úmida das horas anteriores.

A casa do GP da Holanda de Fórmula 1, Zandvoort (Foto: Haas)

Pela manhã e começo da tarde locais, entretanto, há expectativa de chuva. É o caso para o terceiro e último treino livre, marcado para as 11h30 locais (6h30 de Brasília): o treino começa com 64% e sobe até a 73% de chances de chuva na segunda metade. As primeiras horas da manhã mostraram bastante chuva.

Os ventos chegam até a 39%, o que complica ainda mais as ações. Com a chuva, a sensação térmica chega a apenas 14°C mesmo com temperatura ambiente em 17°C.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP da Holanda, em Zandvoort, 13ª etapa da temporada 2023. No sábado e no domingo, classificação e corrida também contam com transmissão em SEGUNDA TELA, NA GPTV, EM PARCERIA COM A VOZ DO ESPORTE.