Coulthard vê vitória 100 "inspiradora" e diz que Red Bull "sempre teve visão de futuro"

David Coulthard está em Lisboa para uma exibição com a Red Bull e conversou com o GRANDE PRÊMIO sobre a trajetória da equipe austríaca, que celebrou no GP do Canadá a 100ª vitória na história da Fórmula 1. Com ligação estreita, além de ter sido o responsável pelo primeiro pódio do time no Mundial, o ex-piloto afirmou que a jornada dos taurinos é motivante, especialmente por ser uma marca não relacionada com carros

A categórica vitória de Max Verstappen no GP do Canadá foi marcante de diversas maneiras. Além do domínio do holandês, que empatou com Ayrton Senna em número de triunfos na F1, também foi a 100ª conquista da Red Bull na maior categoria de esporte a motor. "Algo inspirador", como definiu David Coulthard, que acompanhou o nascimento da equipe austríaca e foi também o responsável pelo primeiro pódio dos taurinos, apenas um ano após a estreia do time no Mundial. Não por acaso, o escocês estava vestido de super-homem ao lado de Fernando Alonso e Juan Pablo Montoya na cerimônia no Principado — ainda que tenha sido uma ação de marketing.

Coulthard conversou com o GRANDE PRÊMIO em Lisboa, Portugal, onde está para uma exibição com a Red Bull, com quem tem laços estreitos. Simpático, o escocês resgatou a trajetória dos taurinos e sua própria experiência ao acompanhar o nascimento do time que espantou a Fórmula 1, por ser uma marca não relacionada a carros em uma proposta diferente.

Relacionadas

"Ter 100 vitórias na Fórmula 1, desde que a equipe foi formada, em 2005, é fantástico. É um espaço de tempo muito curto para alcançar tanto sucesso", disse o ex-piloto de 52 anos, que vê a jornada dos rubro-taurinos motivante. "A Red Bull é um energético e entrou na Fórmula 1 com visão de futuro”, emendou.

Ação da Red Bull colocou tudo mundo de super-homem em Mônaco (Foto: Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Em 2005, ano em que entrou na mais alta categoria do automobilismo, a equipe austríaca disputava com marcas já consagradas há décadas, como McLaren e Ferrari. O primeiro pódio não demorou: na temporada seguinte, Coulthard chegou em terceiro lugar na corrida de Mônaco, uma das suas pistas preferidas.

Coulthard ressaltou também que o sucesso é resultado de uma postura de vanguarda da empresa fundada por Dietrich Mateschitz, que faleceu no ano passado. Além disso, destacou o investimento realizado, não somente do ponto de vista financeiro, mas também em pessoas. "A Red Bull é o exemplo de que quando se investe em talento jovem, de pilotos a bons engenheiros, homens e mulheres, os resultados chegam. É tudo sobre pessoas."

O atual comentarista de TV e presença assídua no paddock também destacou que a paixão pelo esporte é um item essencial que guia o time, atualmente o líder da temporada. A Red Bull soma 321 pontos, oito vitórias e 12 pódios até aqui na Fórmula 1 2023.

E Verstappen, responsável pela vitória número 100 do time semana passada, já tem 195 pontos no campeonato. O jovem de 25 anos chegou em primeiro lugar seis vezes e subiu ao pódio outras duas neste ano, caminhando para o terceiro título mundial. Atualmente, a equipe dos energéticos é a quinta com mais triunfos na história, apenas atrás da Ferrari, Mercedes, McLaren e Williams.

Em Portugal, Coulthard vai guiar o RB7, no qual Sebastian Vettel foi campeão do mundo em 2011.