Onde assistir ao vivo ao GP da Alemanha de MotoGP

Sétima etapa da temporada 2023, o GP da Alemanha acontece neste fim de semana, em Sachsenring, com provas de Moto3, Moto2, MotoGP e MotoE

A MotoGP não para. Poucos dias depois do GP da Itália, o Mundial de Motovelocidade desembarca em Sachsenring para o GP da Alemanha, sétima etapa da temporada 2023. E a disputa em Chemnitz vai contar com provas de MotoE, Moto3, Moto2 e MotoGP.

E o fim de semana começa cedo. A MotoGP entra na pista para o treino 1 às 5h45 (de Brasília). O segundo treino está agendado para as 10h. No sábado, o treino livre 3 acontece às 5h10, seguido pela classificação — o Q1 inicia às 5h50, com o Q2 previsto para 6h15. A largada da corrida sprint acontece às 10h.

Sachsenring vai receber a MotoGP neste fim de semana (Foto: Divulgação)

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

No domingo, a programação da MotoGP começa 4h45, com um warm-up de só dez minutos. A largada para o GP da Alemanha está marcada para 9h.

A ESPN 4 e o serviço de streaming Star + transmitem o segundo treino de Moto3, Moto2 e MotoGP na sexta-feira, a partir das 8h10. No sábado, a transmissão começa às 5h, com o treino livre 3. No domingo, a programação começa às 5h45, com o GP da Alemanha de Moto3.

A narração na ESPN 4 fica por conta de Hamilton Rodrigues, com comentários de Fausto Macieira e Juliana Tesser.

O fã da MotoGP também tem a possibilidade de assistir todas as sessões, ao vivo, por meio do serviço de streaming oficial da categoria, o VideoPass, em inglês. O pacote anual custa a partir de € 105,99 (cerca de R$ 556), enquanto a assinatura mensal tem o valor de € 29,99 (aproximadamente R$ 163).

A MotoGP chega à Alemanha com Francesco Bagnaia mais folgado na liderança do Mundial de Pilotos, agora com 20 pontos de frente para Marco Bezzecchi, o segundo colocado.

MotoGP volta neste fim de semana com o GP da Alemanha, em Sachseniring. GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2023.

Honda precisa de solução urgente para parar de machucar pilotos