MotoGP chega para corrida sprint na Austrália com chuva, frio e ventania

A esperada chuva acompanhada de fortes ventos finalmente chegou em Phillip Island e deve mudar totalmente a configuração do domingo de corridas, especialmente da MotoGP

A esperada mudança climática em Phillip Island chegou na manhã australiana de domingo. Todas as categorias do Mundial de Motovelocidade devem enfrentar pista molhada, chuva, frio e até mesmo ventos de 35 km/h.

A temperatura no circuito australiano está na casa dos 12ºC, além da chuva fina que acompanha os competidores desde cedo. Com isso, a temperatura da pista apenas em 14ºC.

Relacionadas

O que mais assusta, porém, é a força do vento, de 35 km/h. A preocupação com pilotos e espectadores já fez com que a MotoGP mudasse a ordem das corridas e antecipasse a largada de todas as provas deste domingo (22).

A chuva apertou durante os treinos da manhã em Phillip Island (Foto: Reprodução/MotoGP)

LEIA TAMBÉM
🏍️ ‘Vitória muito importante’: Granado se emociona com Moreira na Indonésia na Moto3
🏍️ ‘Visibilidade muito maior’: pilotos acreditam em impacto positivo da vitória de Moreira
🏍️ ‘Foi difícil chegar até aqui’: pais narram emoção da primeira vitória de Moreira na Moto3

A largada da Moto3 foi adiantada em uma hora, passando para 20h (de Brasília). A Moto2 terá início a partir de 21h15, com a corrida sprint da MotoGP largando 23h deste sábado. Antes, a organização já tinha invertido a ordem das provas da classe rainha do Mundial por preocupação com as condições meteorológicas.

Não é a primeira vez que ventos fortes atrapalham o final de semana da MotoGP em Phillip Island. Na etapa de 2019, uma ventania adiou a classificação após a moto de Miguel Oliveira ser empurrada por uma rajada no final da reta principal, levando o português para a grama e, consequentemente, ao chão.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!