Marc Márquez recorreu a Pedrosa ao decidir futuro na MotoGP: “Me ajudou muito”

Companheiros por seis temporadas na Honda, Márquez ligou para o amigo após o GP do Japão para pedir conselhos sobre acertar com a Gresini, contratação anunciada nesta quinta-feira

Marc Márquez e seu anúncio como piloto da Gresini nesta quinta-feira (12) tomaram de assalto todo o noticiário da MotoGP. E a chegada do hexacampeão à equipe de Faenza também teve a participação de um persongem muito especial: Dani Pedrosa.

Companheiros na Honda entre 2013 e 2018, a dupla viveu grandes momentos na categoria rainha. Márquez conquistou cinco de seus seis títulos na MotoGP ao lado de Dani.

Relacionadas

Por outro lado, o piloto de Sabadell é o mais bem-sucedido da classe rainha sem ter conquistado o Mundial: somou 31 vitórias e mais de 100 pódios antes de se aposentar ao final de 2018. Em 2023, Pedrosa participou das etapas de Jerez e Misano, onde conquistou um empolgante quarto lugar.

Marc Márquez agora é piloto Ducati (Foto: Gold & Goose/ Red Bull Content Pool)

Por todo esse histórico, o #93 confirmou à Dazn Espanha que entrou em contato com o antigo companheiro para pedir um conselho. "Liguei após a corrida no Japão, estava no quarto quando nos falamos, para pedir conselhos. Sempre tivemos um bom relacionamento, ele me ajudou muito", confessou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Aos 30 anos, o espanhol encerra um vínculo de onze temporadas, 59 vitórias, 101 pódios e 64 poles. E entende que não tem tempo a perder.

Ao invés de esperar por uma evolução da RC213V — que não tem data para acontecer —, o #93 optou por colocar as mãos na melhor moto do grid e tentar voltar à velha forma. Diante de todo este contexto, Márquez justificou o telefonema ao amigo, porém, descartou a possibilidade dele ter lhe dito o que fazer.

Dani Pedrosa foi o quarto colocado em Misano (Foto: Gold & Goose/ Red Bull Content Pool)

"Liguei para ele porque ele está na HRC há anos. O que ele me disse? Deixe que ele lhe diga se quiser. Pedi um toque de cavaleiro para cavaleiro, não para perguntar 'o que faço? Ou o que não faço?' porque ele é piloto de testes da KTM, mas falamos como pilotos profissionais que somos", completou.

MotoGP disputa neste fim de semana o GP da Indonésia, que acontece em Mandalika. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como de Moto3 Moto2.