KTM reitera desejo por manter Acosta, mas vaga na MotoGP "só será decidida em agosto"

Enquanto Pedro Acosta segue pressionando a KTM por um espaço na MotoGP 2024, Pit Beirer, chefe da divisão esportiva da equipe, já avisou que só irão decidir no final de agosto

Pedro Acosta chama atenção na Moto2 e segue batendo à porta por espaço na MotoGP 2024. Ainda assim, Pit Beirer, chefe da divisão esportiva da KTM, deixou claro que o espanhol vai ter de esperar: a decisão só será tomada no final de agosto.

“Sim, está correto, Pedro Acosta indicou que quer subir para a MotoGP em 2024. Mas essa decisão ainda não aconteceu. Não queremos ficar presos ao dia 30 de junho, que sempre ouço e leio como um prazo", explicou ele em entrevista ao Speedweek.com.

Relacionadas

"Vamos analisar porque Pedro é um piloto fantástico e queremos que fique conosco. [Mas] não tomaremos uma decisão sobre a composição da equipe GasGas Tech3 no dia 30 de junho. Aprendemos a tomar nosso tempo com algumas decisões e deixá-las em aberto para o GP da Áustria, no final de agosto", continuou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Pedro Acosta quer saltar para a MotoGP em 2024 (Foto: Ajo)

A KTM conta hoje com quatro pilotos: Brad BinderJack MillerPol Espargaró e Augusto Fernández. O único, porém, que não tem contrato assinado para 2024 é o campeão do ano passado da Moto2. Beirer, todavia, se mostrou satisfeito com o quarteto.

“Também temos quatro pilotos fantásticos no nosso line-up, então é um problema luxuoso para nós, mas não é a situação mais fácil, pois temos quatro pilotos que amamos, então vamos ver o que o futuro vai trazer”, encerrou.

Entre as equipes de fábrica, a Yamaha é a única que tem vaga aberta para o próximo ano, já que Franco Morbidelli só está garantido contratualmente até o fim deste ano. Nas equipes satélites, a situação é mais maleável, mas a vaga da Gresini, que é uma das mais cotadas para fazer uma substituição, é estimada para Tony Arbolino.

MotoGP volta às pistas já no próximo final de semana, de 23 a 25 de junho em Assen, para a disputa do GP da Holanda. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2023.