Zarco bate Marc Márquez no final e lidera treino 1 da MotoGP na Alemanha. Bagnaia é 8º

Johann Zarco girou em 1min20s702, o que foi suficiente para deixar Marc Márquez 0s152 atrás e comandar o primeiro treino do GP da Alemanha da MotoGP

Johann Zarco comandou o treino 1 do GP da Alemanha da MotoGP na manhã desta sexta-feira (16). O piloto da Pramac girou em 1min20s702 e terminou na ponta da tabela no finalzinho da sessão, deixando Marc Márquez 0s152 atrás.

E Márquez na Alemanha segue sendo Márquez na Alemanha. Ainda que a Honda não viva o melhor momento, o piloto da Hinda impôs bom ritmo e terminou em segundo lugar. Aleix Espargaró fecha o top-3.

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Álex Márquez e Jorge Martín aparecem em seguida. Fabio Quartararo, Brad Binder, Francesco Bagnaia, Fabio Di Giannantonio e Marco Bezzecchi completam as dez primeiras posições.

O segundo treino da MotoGP para o GP da Alemanha acontece às 10h (de Brasília)GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2023.

Saiba como foi o primeiro treino da MotoGP em Sachsenring:

A sexta-feira amanheceu com céu nublado no circuito alemão, com os termômetros marcando 17°C no ambiente e 26°C no asfalto. A umidade relativa do ar estava na casa dos 76%, com o vento soprando a 8 km/h.

Quando a pista foi liberada, Johann Zarco ocupou a ponta da tabela com 1s23.235, mas a KTM de Brad Binder o superou com 1min22s995. Marc Márquez, quem domina a pista alemã na MotoGP, foi o próximo a ocupar a primeira posição com 1min22s634.

Marc Márquez tem oito vitórias pela MotoGP na Alemanha (Vídeo: MotoGP)

Só cinco minutos de treino e os pilotos já firmavam boa disputa pela liderança. O #5 da Pramac retomou a ponta até Álex Márquez superá-lo com 1min22s410. Líder do campeonato, Francesco Bagnaia rodava apenas na 12ª posição até então.

Com 10 minutos de sessão, a briga era entre Jorge Martín e Takaaki Nakagami pela melhor marca. O espanhol ia levando a melhor, beliscando a liderança com só 0s085 de vantagem.

Com 22 minutos, Martín, Nakagami, Marc Márquez, Zarco e Maverick Viñales formavam o top-5 do treino 1.

O chefe da LCR, Lucio Cecchinello, aproveitou a transmissão oficial da classe rainha para dar atualizações sobre Álex Rins, que fraturou a perna direita na Itália: os médicos dizem que, assim que ele passar por cirurgia, já irá para casa após três dias e terá uma recuperação rápida, por mais que seu retorno à categoria ainda seja indefinido. Também acrescentou que a equipe vai decidir na próxima semana um piloto substituto.

Rins se recupera após fraturar a perna direita na Itália (Vídeo: MotoGP)

Faltando 10 minutos para o fim, a tabela permanecia praticamente a mesma. Martín seguia na liderança com 1min21s433. Quem saltou para segundo lugar foi Bagnaia, com 1mins472. No entanto, caiu logo para o terceiro posto, já que Aleix Espargaró colocou a Aprilia na ponta com 1min21s431.

Os últimos minutos de sessão eram bastante aproveitados. A disputa pela ponta voltou, e Espargaró seguia líder baixando para 1min20s934 — único na casa de 1min20s até então.

Fabio Di Giannantonio colocava a Gresini em terceiro, 0s276 atrás de Aleix. Martín e Luca Marini apareciam em seguida.

E Fabio Quartararo? Apareceu a quatro minutos para o fim da sessão! Pulou para a vice-liderança com 1min21s054. O hexacampeão da classe rainha impôs sua qualidade no circuito alemão com 1min20s854 para liderar o treino restando dois minutos. Fabio Quartararo sofreu queda a 40 segundos do fim, mas levantou aparentemente bem.

Só que Zarco conseguiu superar o tempo do #93 em 0s152 nos segundos restantes do treino, terminando na ponta da tabela.