Índia reage a surto de vírus Nipah e fecha cidade às vesperas de estreia na MotoGP

O distrito de Kozhikode, localizado em Kerala, no sudoeste da Índia, registrou duas mortes pelo vírus Nipah. Em reação, autoridades locais fecharam escolas e escritórios para evitar disseminação do vírus

Faltando menos de uma semana para o desembarque da MotoGP em Buddh, o GP da Índia segue cercado de problemas. Além da ausência da homologação exigida pela FIM (Federação Internacional de Motociclismo), agora a categoria vê o país fechar escolas e escritórios para conter um surto do vírus Nipah, que causa uma doença de altíssima letalidade e para o qual ainda não existe vacina.

Na última terça-feira (12), o Ministro da Saúde da Índia confirmou, em coletiva de imprensa, a morte de dois adultos no distrito de Kozhikode, no estado de Kerala, região sudoeste do país, em decorrência do vírus. Entre os dias 12 e 13 de setembro, as autoridades de saúde identificaram cinco casos de infecção, incluindo as duas vítimas fatais.

Relacionadas

O GRANDE PRÊMIO procurou a OMS (Organização Mundial da Saúde), que explicou as medidas tomadas pela Índia para conter o surto do vírus. "A área de origem do paciente zero e algumas outras áreas foram designadas como zonas de contenção. Escolas e escritórios nessas áreas foram temporariamente fechados para refrear a disseminação do vírus", disse, em nota à publicação.

MotoGP anunciou que vai correr na Índia em 2023 (Foto: Divulgação/MotoGP)

"Uma central multidisciplinar de resposta rápida (RRT) foi implantada para trabalhar na coordenação com os departamentos de saúde e criação animal locais para a resposta do surto. Kerala implantou uma sala de controle e formou 16 equipes focadas em diferentes áreas, como vigilância, investigação laboratorial, rastreamento de contatos, transporte de pacientes e mais", seguiu.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A OMS destacou, ainda, que as autoridades locais têm experiência em controlar a disseminação do Nipah, já que outros surtos já aconteceram na região. "Eles têm uma boa capacidade, expertise e experiência em lidar com surtos similares do Nipah", apontou a organização ao GP. "Este é o quarto surto do Nipah em Kerala e o terceiro no distrito de Kozhikode, com casos anteriores em 2018 e 2021", indicou.

"Uma investigação cobrindo 14 estados e dois territórios da União da Índia mostrou a presença do vírus Nipah em morcegos de nove estados, incluindo Kerala, e um território da União. Isso enfatiza o continuo risco de potenciais surtos", acrescentou. 

Por fim, a OMS afirmou que segue em contato com as autoridades indianas para o caso da necessidade de apoio. "Estamos em stand-by para qualquer pedido de assistência", encerrou a OMS. O circuito de Buddh está localizado em Greater Noida, no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia. A prova está marcada para o fim de semana dos dias 22 e 24 de setembro.