Öncü desbanca Moreira e lidera primeiro dia de treinos da Moto3 em Mandalika

Deniz Öncü mostrou ritmo forte durante todo o dia em Mandalika e terminou como o mais veloz, batendo o brasileiro Diogo Moreira. Líder do campeonato, Jaume Masià ficou em terceiro

Deniz Öncü ainda sonha com o título da Moto3 e mostrou reação no primeiro dia de treinos da categoria na Indonésia. Com o tempo de 1min39s855, o turco foi o mais veloz nesta sexta-feira (13) em Mandalika, superando o brasileiro Diogo Moreira por 0s132.

Líder do campeonato, Jaume Masià apareceu no terceiro lugar, após sofrer duas quedas na primeira sessão de treinos. Matteo Bertelle e Ayumu Sasaki completaram o top-5.

Deniz Öncü ainda busca o título em 2023 (Foto: Ajo)

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Daniel Holgado, David Muñoz, Ricardo Rossi, Stefano Nepa e Kaito Toba completaram a lista dos dez mais velozes do dia em Mandalika.

Moto3 volta a acelerar neste sábado (14), com a classificação do GP da Indonésia, que acontece em Mandalika, a partir de 1h50 (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa de todas as classes do Mundial de Motovelocidade.

Como foi o primeiro dia de treinos da Moto3 em Mandalika:

O primeiro treino livre em Mandalika aconteceu com alta temperatura, na casa dos 29ºC e viu o brasileiro Diogo Moreira na liderança, com 1min40s590. Daniel Holgado foi o segundo mais rápido, a 0s421 do ponteiro, seguido por José Antonio Rueda, Joel Kelso e Deniz Öncü completando o top-5. O destaque da sessão foi Jaume Masià, atual líder do campeonato, que sofreu duas quedas.

A luz verde pintou para o TL2 e boa parte do grid saiu para a pista. Os termômetros apontavam 31ºC no ar e 59ºC na pista, com umidade de 65% no momento da sessão.

Masià começou forte o TL2 e cravou 1min40s706, pulando rapidamente para segunda posição na tabela de tempos combinados. David Muñoz também andou forte e foi para o terceiro posto nos minutos iniciais.

Mantendo o ritmo forte depois das quedas, Masià acertou outra boa volta rápida e fez 1min40s349 para tomar a liderança. Muñoz também evoluiu e foi para segundo, a 0s088 do adversário, assim como Ryusei Yamanaka, que subiu para quinto.

Com a pista evoluindo, os tempos começaram a baixar cada vez mais. Matteo Bertelle subiu para o quarto lugar e logo depois foi a vez de Öncü tomar o posto, com 1min40s505. David Alonso também melhorou e foi para oitavo.

A primeira queda do TL2 foi de Filippo Farioli, que perdeu a traseira da moto e escorregou. O italiano contou com ajuda dos fiscais e retornou para a pista, seguindo na disputa da sessão. No momento, ocupava a 29ª e última colocação.

Moreira andou bem e fez 1min40s363, subindo novamente para o segundo lugar. Logo depois, porém, o brasileiro teve a volta cancelada por conta de bandeira amarela. No giro seguinte, fez 1min40s430 e então pulou de vez para segundo.

Öncü achou bom tempo e fez 1min40s011, colocando 0s232 de vantagem para Masià a 18 minutos para o fim do treino. O wild-card Arbi Aditama também fez bonito e subiu para o 16º lugar.

O meio da sessão viu pouca ação na pista da Indonésia e muitos pilotos nos boxes, esperando nos últimos minutos de treino.

A 6 minutos do fim, Moreira caiu na curva 2. Logo atrás, Alonso e Veijer também escaparam da pista em incidentes separados, mas causando bandeira amarela na pista. Minutos depois, foi a vez de Ayumu Sasaki perder o controle no setor inicial do circuito.

No fim, porém, ninguém conseguiu superar Öncü, com 1min39s855, seguido por Moreira, Masià, Bertelle e Sasaki.