Newgarden minimiza vantagem de Palou: "Não garante nada na Indy"

Para Josef Newgarden, a vantagem de Álex Palou é natural pela caminhada do espanhol na temporada até aqui, mas apontou que ainda há muito o que acontecer na Indy

Álex Palou tem 83 pontos de vantagem para Josef Newgarden — terceiro colocado — após oito corridas disputadas na temporada 2023 da Indy. Apesar de uma distância grande e que coloca o espanhol da Ganassi com certo favoritismo, o americano da Penske não joga a toalha na briga pelo tricampeonato.

Perguntado sobre o que é necessário para impedir Palou de conquistar o segundo título, Newgarden foi curto e grosso, mas crê que as coisas mudam de um dia para o outro na Indy. Josef tem vitórias no GP do Texas e também nas 500 Milhas de Indianápolis.

Relacionadas

"Provavelmente vencer por 200 pontos se vencer as próximas nove corridas. Quero dizer que ainda está bem aberto. Meio que saiu do nosso controle. Eles tiveram uma boa campanha até aqui, não tiveram uma corrida ruim. Acho que isso era esperado", declarou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Josef Newgarden (Foto: Indy)

Campeão da Indy em 2017 e 2019, Newgarden apontou que a campanha de Palou não teve problemas até aqui, portanto, a vantagem é natural. O espanhol venceu três das oito provas e ficou abaixo do top-5 em apenas uma oportunidade, na abertura do campeonato. Para Josef, ainda há muito o que acontecer.

"Tivemos um problema de motor que apareceu na primeira corrida. Todo mundo tem uma história diferente. Se você olhar a deles, não tiveram uma corrida ruim ainda. Quando você tem oito corridas seguidas sem problemas, é o que acontece nos pontos. É impossível dizer o que vai acontecer nas próximas corridas. Tem muita temporada, mesmo que ele tenha uma boa distância neste ponto. Eles fizeram um grande trabalho, mas isso não garante nada na Indy", concluiu.

Indy retorna no dia 2 de julho com a nona etapa da temporada, o GP de Mid-Ohio. A prova terá cobertura completa no GRANDE PRÊMIO.