Prefeitura descarta concessão de Interlagos, mas mantém projeto para kartódromo

Após anos de indefinição, Prefeitura definiu que não vai ceder Autódromo de Interlagos para concessões privadas, mas Kartódromo

A Prefeitura de São Paulo confirmou que não tem a intenção de abrir concessão para ceder o Autódromo de Interlagos para a iniciativa privada. Na coletiva de imprensa de abertura do GP de São Paulo, realizada nesta quarta-feira (25), o prefeito Ricardo Nunes apontou que o projeto de privatização de Interlagos foi abandonado por entender que a pista é um equipamento importante de renda e empregos para a cidade.

Além da Fórmula 1, Interlagos também tem virado uma importante praça do entretenimento paulistano, recebendo festivais como Lollapalooza, The Town e Primavera Sound. Nunes afirmou que o autódromo vai receber investimentos, com a intenção até do circuito receber eventos de forma simultânea.

Relacionadas

"Só pra ter uma ideia, tem a reforma do hospitality center. Serão R$ 120 milhões de investimentos, terá uma passagem inferior ao prédio administrativos. Vai melhorar, inclusive, o acesso para a linha da CPTM. Quando concluirmos as obras, poderemos ter eventos simultâneos de automobilismo e entretenimento. Uma ação muito importante da prefeitura. Está descartada a possibilidade de concessão", afirmou Ricardo.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Interlagos vai seguir no calendário das corrida sprint em 2023 (Foto: Peter Fox/Getty Images)

Apesar disso, o Kartódromo de Interlagos está na mira das concessões. Ricardo revelou o desejo de modernização da pista para receber uma prova do Mundial de Kart e afirmou que a publicação do edital para receber as possíveis propostas será publicada na próxima segunda-feira, e disponibilizada para acesso público em breve.

"Temos a intenção de trazer para São Paulo uma etapa do Campeonato Mundial. Ali onde está nosso kartódromo, é possível melhorar. Para aquele trecho especial, vamos fazer uma concessão para o kartódromo com a exigência de investimentos para ser utilizado. Sabemos da importância, da história do Ayrton Senna, Emerson Fittipaldi, Rubens Barrichello, Felipe Massa. São pessoas de grande destaque no kart, para nós é muito importante, inclusive, ter esse espaço como fonte de receita para a cidade de São Paulo", concluiu.