Aston Martin defende Stroll e faz comparação com Pérez: "É difícil estar na frente"

Lance Stroll foi defendido por Mike Krack, que espera uma melhora do piloto a partir das corridas da Áustria e da Inglaterra, em pistas de alta velocidade

Lance Stroll não vive grande temporada na Fórmula 1. Apesar de voltar aos pontos nas corridas mais recentes, o canadense da Aston Martin tem apenas 37 tentos na temporada contra 117 do companheiro de equipe Fernando Alonso. A equipe de Silverstone está atrás da Mercedes no Mundial de Construtores, em uma desvantagem de 13 pontos.

No GP do Canadá, corrida de casa de Stroll, o piloto teve uma classificação ruim e só saiu do 16º lugar. A recuperação foi até positiva, com Lance fechando no nono lugar. Chefe da Aston Martin, Mike Krack saiu em defesa do piloto após as críticas, já que Fernando Alonso foi ao pódio mais uma vez, com o segundo lugar.

Relacionadas

"[Na classificação], ele sofreu com aderência, e se você sofre assim, não tem confiança, é muito difícil. E [na corrida] ele pilotou bem. Tiramos ele do tráfego, e quando ele não estava lá, deu voltas à frente dos ponteiros com pneus duros. Se você está no trem do DRS, é difícil sair de 16º para 9º. Acho um grande feito. No papel, parece apenas nono e seu companheiro foi segundo, e você pensa que não é uma boa performance. Mas vendo de onde surgiu, achei muito bom", declarou Krack.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Lance Stroll levou o AMR23 ao nono lugar com ultrapassagem na última volta (Foto: AFP)

Mike também defendeu o desempenho de classificação de Stroll, já que o canadense não chegou ao Q3 em três das últimas quatro corridas, e deu de exemplo o desempenho de Sergio Pérez, na Red Bull. O chefe também espera uma melhora nos GPs da Áustria e da Inglaterra, em pistas de alta velocidade.

"A classificação é fundamental para todos. Você vê outros carros rápidos como o Sergio [Pérez] e é difícil sair na frente. Acho que ele vai tirar pontos positivos daqui para as corridas que estão por vir. Ele sabe que é forte em circuitos de alta velocidade e teremos alguns deles a vir. Estou confiante que vamos marcar pontos com os dois carros", concluiu.

Fórmula 1 volta em duas semanas, entre os dias 30 de junho e 2 de julho, com o GP da Áustria, em Spielberg, nona etapa da temporada 2023. E o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo.