Osman/Lapenna faz valer mando de casa e vence no TCR Sul-Americano em Interlagos

Galid Osman, acompanhado com convidado Felipe Lapenna, levou a melhor para vencer a corrida tipo endurance do TCR Sul-Americano em Interlagos

🔴VERSTAPPEN EMPATA COM SENNA? + PRÉVIA DA F1 NO CANADÁ | Paddock GP #333

A dupla formada por Galid Osman e Felipe Lapenna deu as cartas e conquistou a vitória na etapa de Interlagos, quarta do campeonato 2023 do TCR Sul-Americano, disputada no último domingo. Foi a segunda corrida em formato endurance do ano, ou seja, duração mais longa, participação de pilotos convidados e sem a realização de rodada dupla, assim como tinha sido em Termas de Río Hondo.

A pole-position ficara nas mãos de Lucas Russell e Ignácio Montenegro, mas logo no fim da primeira volta o escolhido para largar, Montenegro, já era o quinto colocado. Diego Nunes saíram de sétimo para a ponta na largada, seguido por Juan Ángel Rosso e Osman, que fora o selecionado para o primeiro stint na dupla que terminou vencedora.

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Logo, porém, tanto Rosso quanto Osman passaram Nines e, ainda nas primeiras sete voltas, Galid sacou o rival da frente e assumiu a dianteira da prova.

Na hora dos pit-stops obrigatórios com troca dos pilotos, porém, a equipe Cobra trabalhou bem e mandou Thiago Vivacqua, no lugar de Nunes, antes de Lapenna, que ocupava a vaga de Osman. O motivo doi a decisão da equipe W2 de trocar os dois pneus dianteiros, o que custou algum tempo, mas se mostrou a estratégia correta.

F2-6-1024x681.jpg" alt="" class="wp-image-694455" />
O #28 de Galid Osman, que tinha Felipe Lapenna como convidado, venceu em Interlagos (Foto: Duda Bairros)

Lapenna logo ultrapassou e abriu para vencer com certa tranquilidade na dupla com Osman. A segunda colocação originalmente ficou com Nunes/Vivacqua, mas uma punição por conta de pit-stop abaixo do tempo mínimo determinado rendeu 90s de punição e jogou a dupla para o nono lugar.

O segundo lugar ficou mesmo com Raphael Reis/Jorge Barrio, seguido por Juan Manuel Casella/Gaetano di Mauro. Completaram o top-10: Juan Ángel Rosso/Luciano Farroni, Fabián Yannantuoni/Beto Monteiro, Pedro Cardoso/Mathias de Valle, Adalberto Baptista/Bruno Baptista, Marcio Basso/Gonzalo Alterio, Nunes/Vivacqua e Frederick Balbi/Nelson Marcondes.

Na classificação do campeonato, Montenegro ainda lidera com 185 pontos contra 168 de Reis. Mas a situação está bem apertada: Casella, Bernardo Llaver e Osman têm, respectivamente, 157, 151 e 150.

A próxima etapa do TCR Sul-Americano está marcado para o fim de semana de 21-23 de julho, no Uruguai, em Rivera.

Trio da Ferrari #51 faz de Le Mans passarela em desfile rumo ao pódio após vitória (Vídeo: 24 Horas de Le Mans)