Casadei controla rivais e conquista título da MotoE com vitória na corrida 1 em Misano

Mattia Casadei fez seu papel e venceu a primeira corrida da MotoE no final de semana em Misano. Com o resultado, conquistou o título por antecipação da categoria de motos elétricas. O brasileiro Eric Granado caiu e terminou em 14º

Mattia Casadei é o novo campeão da MotoE. O italiano precisava apenas controlar o ritmo dos rivais em Misano, mas conseguiu ainda mais e venceu a primeira corrida em San Marino para abrir vantagem suficiente para conquistar o título e fazer a festa logo após a bandeira quadriculada.

Hector Garzó bem que tentou estragar a festa completa de Casadei, mas ficou em segundo lugar, apenas 0s021 atrás do adversário. Nicolas Spinelli completou o pódio, na terceira posição.

Mattia Casadei conquistou a primeira prova em Misano e o título (Foto: Divulgação/MotoGP)

Relacionadas

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente:Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Kevin Manfredi, Kevin Zannoni, Matteo Ferrari, Alessandro Zaccone, Randy Krummenacher e Hikari Okubo apareceram na sequência. Principal adversário de Casadei na briga pelo título, Jordi Torres foi punido por queimar a largada e terminou apenas em décimo.

O brasileiro Eric Granado foi novamente discreto. Largando no meio do pelotão, já aparecia no top-10, mas caiu na penúltima volta. Apesar de retornar para a disputa, ficou em 14º no final.

MotoE retoma as atividades no GP de San Marino e Riviera de Rimini, em Misano, ainda neste sábado (9), a partir de 11h10 (de Brasília), para a segunda corrida do final de semana. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, com todas as classes do Mundial de Motovelocidade.

Saiba como foi a corrida 1 da MotoE em Misano:

Com sol forte e pista seca, a luz verde foi dada em Misano. Logo na largada, Jordi Torres partiu bem e assumiu a liderança, seguido por Mattia Casadei e Nicolas Spinelli. O trio rapidamente se distanciou dos rivais na primeira volta. Mais atrás, ainda na largada, Tito Rabat caiu e abandonou a disputa.

No fim da primeira volta, Jordi Torres foi punido com uma dupla volta longa por queimar a largada. Antes disso, no entanto, o espanhol foi superado por Casadei e Spinelli. O giro ainda teve a queda de Andrea Mantovani, que escapou de ser atropelado pelos demais concorrentes.

Sem grande destaque, Eric Granado começou uma prova de recuperação e já aparecia na nona colocação, logo atrás do companheiro Miquel Pons.

Na liderança, Casadei começou a abrir uma pequena vantagem enquanto o companheiro Spinelli segurava Hector Garzó, mas não resistiu aos ataques logo depois. Na quarta volta, Torres cumpriu a primeira parte da punição e retornou para a pista no oitavo lugar, longe da disputa pela vitória.

Disposto a estragar a festa italiana, Garzó partiu para o ataque e foi em busca da liderança de Casadei, descontando quase 0s4 em apenas uma volta. Andrea Migno foi mais uma vítima do circuito de Misano, caiu e abandonou a prova, assim como Pons.

Depois de cumprir as duas voltas longas de punição, Torres retornou em 12º. Na frente, Spinelli cumpriu seu papel de escudeiro e ultrapassou Garzó para assumir a segunda posição.

Enquanto Casadei liderava com certa tranquilidade, Garzó passou Spinelli e voltou para o segundo posto. Kevin Zannoni e Kevin Manfredi se aproximaram da dupla em busca de um lugar no pódio. No meio do pelotão, Eric Granado caiu na curva 14, mas conseguiu retornar.

No último giro, Casadei precisou apesar se segurar dos ataques de Garzó para manter a vitória e conquistar o título da MotoE em 2023. Spinelli completou o pódio em Misano, seguido por Manfredi e Zannoni.