Bezzecchi voa, supera Viñales e comanda treino da MotoGP em Misano. Bagnaia é 7º

Marco Bezzecchi superou o excelente tempo de Maverick Viñales no finalzinho com 1min30s846 para liderar o treino da MotoGP e puxar a fila dos pilotos que passam direto ao Q2

Com cronômetro zerado, Marco Bezzecchi não só garantiu a liderança do treino do GP de San Marino e Riviera de Rimini como também o recorde da pista de Misano: 1min30s846.O italiano superou Maverick Viñales no finalzinho e puxa a fila dos pilotos que passam direto ao Q2.

Com o 'Top Gun' 0s126 atrás, Dani Pedrosa mais uma vez brilhou e garantiu a terceira posição. Jorge Martín e Luca Marini aparecem em seguida.

Relacionadas

Ida ao Q2 também garantida a Marc Márquez, que acertou no fim do treino e ficou em sexto. Francesco Bagnaia, Álex Márquez, Brad Binder e Raúl Fernández completam o top-10.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente:Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A classificação da MotoGP para o GP de San Marino e Riviera de Rimini acontece às 5h50 (de Brasília)GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2023.

Saiba como foi o treino 2 da MotoGP em Misano:

A sexta-feira seguiu com céu ensolarado em Misano, com os termômetros marcando 30°C no ambiente e 44°C no asfalto. A umidade relativa do ar estava na casa dos 52%, com o vento soprando a 13 km/h. A sessão vale e determina as dez vagas diretas ao Q2.

O TL1 foi dominado pelos wild-cards da Ducati e KTM. Michele Pirro levou a melhor e comandou a sessão após batalha com Dani Pedrosa, que acabou em sexto lugar.

Fabio Quartararo foi à ponta com 1min34s185, com Marco Bezzecchi 0s260 atrás. O 'Top Gun' da Aprilia não tardou a anotar 1min34s129 e assumir a primeira colocação.

Início do treino da MotoGP (Vídeo: MotoGP)

Brad Binder colocou a KTM à frente já baixando as marcas para 1min32s554, com Viñales e Bezzecchi acompanhando. Martín foi à ponta com 1min32s530, enquanto os wild-cards começavam a aparecer: Pedrosa em quarto, Pirro em décimo.

A sessão era intensa no início! Praticamente todos na pista. O novo líder era Bezzecchi com 1min31s785, só 0s009 mais rápido que Viñales. Martín, Pirro e Bagnaia completavam o top-5.

A Honda seguia sem fazer menção de qualquer avanço com a RC213V. A melhor delas era a de Marc Márquez, que estava apenas em 17º.

Bezzecchi vai bem no treino da MotoGP (Vídeo: MotoGP)

A 40 minutos para o fim, a tabela permanecia praticamente a mesma. Álex Rins foi visto pela transmissão oficial assistindo à sessão. O piloto se recupera de uma cirurgia após fraturar dois ossos da perna no GP da Itália.

Martín travou batalha com Bezzecchi pela ponta. Momentaneamente, era ele quem levava a melhor com 1min31s562. Mas a força dos wild-cards e pilotos de testes era bastante comprovada. Pedrosa assumiu a liderança com 1min31526.

Marc Márquez apareceu a 35 para o fim na oitava posição, 0s680 distante do líder e logo atrás do irmão caçula, Álex.

Pedrosa seguia liderança nos 25 minutos finais da sessão, com as Ducati de Martín e Bezzecchi tentando alcançá-lo. Viñales era o quarto, enquanto Aleix Espargaró era apenas 20º.

Pedrosa caiu para a segunda posição quando Martín anotou 1min31s416. Àquele momento, além deles, Viñales, Bezzecchi, Luca Marini, Raúl Fernández, Bagnaia, Pirro, Fabio Quartararo eram os dez primeiros e garantiam as vagas diretas ao Q2.

Pedrosa brilha nesta sexta-feira (Vídeo: MotoGP)

Jack Miller protagonizou a primeira queda do treino que, nesse quesito, era bem tranquilo até então. O australiano escorregou na curva 3 e escapou da pista.

Bezzecchi foi à primeira posição ao chegar em 1min31s388, mas durou pouco: o #12 da Aprilia foi o primeiro a entrar na casa de 1min30s com 1min30s972. Uma das surpresas do treino era Pol Espargaró, em sexto num treino consistente.

Faltando cinco minutos para o fim, os pilotos saiam quase todos juntos dos boxes. Todos com pneus médios na frente e duros na traseira. O segundo a ir ao chão foi Pol Espargaró, que conseguiu se levantar aparentemente sem problemas.

Bagnaia saltou de 10º para sexto, enquanto Marc Márquez subiu para terceiro e Pedrosa para segundo. A terceira queda foi de Aleix Espargaró, que estava consciente, mas com dores no chão.

Bezzecchi e Martín roubaram as posições de Pedrosa e Márquez. Viñales seguia com o mesmo tempo e via o #72 da VR46 só 0s030 atrás.

Cronômetro zerado: novo recorde de pista. Marco Bezzecchi anotou 1min30s846 e deixou o 'Top Gun' 0s126 atrás. Pedrosa fecha o top-3. Martín, Marini, Marc Márquez, Bagnaia, Álex Márquez, Binder e Raúl Fernández completam o top-10 e garantem as vagas ao Q2.