Aleix Espargaró mostra indignação com saída de Pol da MotoGP: "Melhor não comentar"

Aleix Espargaró disse estar feliz pelo irmão Pol, mas não gostou da decisão tomada pela KTM para 2024 que acabou favorecendo Pedro Acosta, atual líder da Moto2

Nas últimas semanas, as últimas peças da temporada 2024 da MotoGP começaram a se encaixar. Uma delas acabou tirando Pol Espargaró do grid da classe rainha do Mundial para o próximo ano, substituído por Pedro Acosta na GasGas. Em Mandalika, palco do GP da Indonésia, Aleix Espargaró decidiu comentar o assunto.

O espanhol optou por valorizar os sentimentos do irmão, mas não mostrou-se muito satisfeito com a decisão tomada pela KTM para a próxima temporada. A montadora solicitou a entrada de uma quinta moto no grid, para encaixar todos os pilotos sob contrato, mas a decisão foi rejeitada pela Dorna, organizadora do Mundial.

Pol Espargaró e Aleix Espargaró em ação na atual temporada (Foto: Red Bull Content Pool)

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

"Eu esperava vê-lo um pouco pior, mas acho que ele [Pol Espargaró] está feliz. E eu estou contente, como irmão, mas como integrante do paddock é melhor não comentar o que penso", afirmou o piloto da Aprilia.

"Estou feliz por ele porque ficará seguro no próximo ano e poderá passar mais tempo em casa com a família", acrescentou.

Em recente entrevista ao DAZN Espanha, Pol Espargaró reclamou das decisões contratuais da KTM e disse que pretende fazer algumas provas em 2024 como convidado.

MotoGP volta à ação ainda nesta sexta-feira, para o segundo treino do GP da Indonésia, que acontece em Mandalika, a partir de 4h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como de Moto3 Moto2.