Ganassi afasta rumores e mantém Sato nos ovais de 2023 da Indy

A Ganassi confirmou a presença de Takuma Sato na rodada dupla de Iowa e em Gateway. Piloto foi contratado para substituir Marcus Armstrong nos ovais em 2023, mas dúvida pairou se permaneceria após Indy 500

A Chip Ganassi Racing afastou os rumores e confirmou que o japonês Takuma Sato vai guiar nas três etapas em ovais restantes da temporada 2023 da Indy. Houve expectativa para que Sato devolvesse o carro #11 para o neozelandês Marcus Armstrong, mas ao site americano Racer, a equipe confirmou que o novato não estreará em ovais neste ano.

Aos 46 anos de idade, Sato, que foi duas vezes vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, fechou com a Ganassi com a ideia de substituir Armstrong nos primeiros ovais do ano, mas ainda deixando uma porta aberta caso o neozelandês quisesse competir. Algo semelhante aconteceu com Romain Grosjean em 2021. Na época, o franco-suíço foi substituído por Pietro Fittipaldi nos primeiros ovais da temporada pela Dale Coyne, mas eventualmente assumiu o carro de vez.

Relacionadas

Sato, que chegou na Ganassi após passagem pela Dale Coyne, estreou mal pelo time, batendo no Texas na volta 46. Porém, teve um bom momento na Indy 500, se colocando no pelotão da frente o tempo inteiro e fechando na sétima colocação.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Takuma Sato seguirá na Ganassi (Foto: Indy)

Marcus Armstrong, por sua vez, vive boa fase na temporada de estreia Seus melhores resultados até aqui forma os oitavos lugares conquistados em Long Beach e Detroit. Com 108 pontos, o neozelandês é o favorito a vencer o prêmio de Novato do Ano. A Ganassi confirmou que um teste de pós-temporada em ovais deve acontecer.

A Indy retorna entre os dias 30 de junho e 2 de julho para o GP de Mid-Ohio. A próxima etapa em ovais é a rodada dupla de Iowa, marcada para 22 e 23 de julho, com o retorno de Sato.