Vettel rasga elogios a Verstappen: "Somos sortudos de ver história acontecendo"

Para Sebastian Vettel, Max Verstappen merece muitos elogios pelos feitos históricos na Fórmula 1 e crê que fãs são sortudos de poder acompanhar marcas do holandês na categoria

Tetracampeão mundial, Sebastian Vettel viu um de seus principais recordes na Fórmula 1 cair em 2023, justamente o primeiro após aposentadoria do Mundial. Com o triunfo no GP da Itália, Max Verstappen registrou 10 vitórias em sequência na categoria, derrubando a marca de 9 registrada pelo alemão em 2013. A boa fase de Verstappen foi derrubada no último fim de semana, com a vitória de Carlos Sainz em Singapura.

No lançamento do próprio projeto de biodiversidade, o Buzzin' Corner, nesta quinta-feira (21) no Japão, Vettel falou sobre o feito alcançado pelo piloto holandês. O tetracampeão acredita que os fãs não gostam de ver o mesmo piloto vencendo, mas que, ao mesmo tempo, são sortudos de ver a história acontecer.

Relacionadas

"Acho que as pessoas não gostam de ver o mesmo piloto vencendo. Hoje existe Max. Já teve Lewis [Hamilton], teve eu, teve Mika [Häkkinen] e teve Michael [Schumacher], é claro, por um bom tempo. É parte do esporte, mas nós somos sortudos de ver a história acontecendo e o que Max fez neste ano", afirmou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

F1 2023, GP DO JAPÃO, SUZUKA, QUINTA-FEIRA, SEBASTIAN VETTEL, ABELHAS, PILOTOS, AFP
Iniciativa de Sebastian Vettel, o Buzzin’ Corner, projeto que visa promover a biodiversidade nos circuitos ao redor do mundo, ganhou apoio dos pilotos do grid da F1 (Foto: Toshifumi Kitamura/AFP)

"O carro dele é incrível, mas ainda mais são os esforços dele. Não cometeu um único erro. Então, não acho que dão o crédito suficiente", completou.

No retorno ao Japão, Vettel lançou o programa de biodiversidade 'Buzzin' Corner', que tem o objetivo de criar mais habitats para insetos selvagens, como abelhas. Aos 36 anos de idade, o tetracampeão negou qualquer chance de voltar ao grid da Fórmula 1,

“É obviamente um projeto pequeno, mas aproveitei muito o tempo que passei este ano e tive muitas ideias e muitas coisas que li. A F1 foi o centro da minha vida por muito tempo, mas quando você sai, você percebe ainda mais quão grande é o resto do mundo e quão pequena é a F1”, afirmou.

Fórmula 1 retorna neste final de semana em Suzuka, para a disputa do GP do Japão, 16ª etapa da temporada 2023. E o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo.