Red Bull diz que Pérez "só precisa de um bom fim de semana" para aumentar confiança

Desde o segundo lugar em Miami, Sergio Pérez não sabe o que é terminar uma corrida entre os três primeiros colocados, mas Christian Horner acredita que o mexicano só precisa de um único final de semana forte para voltar aos trilhos

Christian Horner saiu em defesa de Sergio Pérez após o mexicano amargar mais uma corrida na Fórmula 1 longe do top-3. O chefe da Red Bull voltou a falar que confia na recuperação de Checo, garantindo que tudo o que ele precisa é de um único final de semana forte.

No Canadá, Pérez cruzou a linha de chegada apenas em sexto, atrás ainda da dupla da Ferrari. Em Montreal, o #11 também atingiu uma marca negativa ao ficar pela terceira vez seguida fora de um Q3: desde 2012, com Mark Webber, um piloto da equipe taurina não tinha um desempenho tão ruim aos sábados.

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Sergio Pérez sofreu com o ritmo do RB19 no Canadá (Foto: Red Bull Content Pool)

Max Verstappen, por sua vez, venceu novamente, igualando Ayrton Senna no ranking histórico e ainda levando a Red Bull ao 100º triunfo na F1. Mesmo assim, Horner saiu em defesa do mexicano. "Acho que ele só precisa de um bom final de semana para aumentar a confiança."

"Ele teve três fins de semana difíceis e três sábados complicados que o deixaram em desvantagem no domingo. Vimos do que Checo é capaz há apenas um ou dois meses, acho que ele precisa ter um final de semana forte para encontrar essa confiança, e não tenho dúvidas de que ele estará de volta", salientou.

As baixas temperaturas foram um fator para os pilotos para encontrar a temperatura ideal dos pneus. O dirigente inglês explicou que Checo teve bastante dificuldade com isso, assim como outros pilotos. "Pérez lutou, como os demais, para gerar temperatura nos pneus [na classificação], e isso é algo em que Max sempre foi muito forte em sua forma de pilotagem."

"Checo largou com os pneus duros, ele se distanciou um pouco [dos demais carros] antes do pit-stop. Com os médios, teve problemas semelhantes aos duros, mas depois conseguiu uma boa vantagem, e é por isso que conseguimos a volta mais rápida", concluiu Horner.

Fórmula 1 volta às pistas de 30 de junho a 2 de julho, para o GP da Áustria, nona etapa da temporada 2023.