Gasly reclama de cockpit da Alpine "para braços largos" de Ocon e pede ajustes

Apesar de ter uma boa relação com o companheiro de Alpine, Pierre Gasly viu Esteban Ocon tentar barrar uma tentativa de redução no tamanho do cockpit para o carro de 2024

Pierre Gasly chegou na Alpine no início da temporada 2023 e confirmou que tem trabalhado bem junto da equipe e do companheiro Esteban Ocon. No entanto, o #10 afirmou que, recentemente, não tem conseguido chegar a um consenso com o #31 para a criação do cockpit do carro do próximo ano. Isso porque Esteban demanda um habitáculo com mais espaço para acomodar melhor seus braços longos — o que não tem agradado muito a Pierre.

Em meio a uma temporada em que a Alpine performa abaixo das expectativas e ocupa apenas a sexta posição no Mundial de Construtores, Gasly foi questionado sobre como anda o desenvolvimento do carro de 2024.

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Alpine é apenas a sexta colocada no Mundial de Construtores (Foto: AFP)

De acordo com o francês, suas vontades estão bem alinhadas com os feedbacks que Ocon tem dado para a equipe e a tendência é que o carro siga em uma linha que agrade aos dois pilotos. Porém, o único problema está no tamanho do cockpit.

“Estamos indo na mesma direção, exceto pelos braços muito longos que ele tem! Estou solicitando um cockpit mais apertado para ganhos óbvios e ele não está tão interessado. Não sei como ele dirige (movimentos ao dirigir o carro com os cotovelos para fora), mas ele precisa de um pouco mais de espaço do que eu”, afirmou Gasly.

“Veremos como isso acontece, mas devo dizer que essa é provavelmente a única área onde ele favorecerá o conforto em vez de talvez mais desempenho. Exceto por isso, acho que é uma direção muito clara e semelhante e tem sido bastante simples trabalhar com ele”, reconheceu o #10.

Contudo, Pierre se mostrou relativamente tranquilo em relação ao impasse, uma vez que a equipe deve priorizar a configuração que oferecer mais desempenho para o carro.

“Acho que a equipe sempre estará interessada em maximizar o espaço que você tem. Estou muito feliz, tenho muito espaço, mas temos um piloto alto com braços e pernas longas. Há negociações que estamos tendo no momento, obviamente isso irá em direção ao desempenho”, finalizou.

Fórmula 1 retorna logo mais, na madrugada de sexta-feira, às 3h (de Brasília, GMT-3), para a disputa do segundo treino livre válido para o GP do Japão. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2023 AO VIVO e EM TEMPO REAL.

https://youtube.com/watch?v=1r62czmTIRU%3Fsi%3DnlgpT8W9NU-RKpsr