McLaren renova contrato e corre com motor Mercedes na Fórmula 1 até 2030

A McLaren anunciou na manhã desta sexta-feira (24) a extensão do acordo para correr com motores Mercedes na Fórmula 1 até 2030. O contrato significa ainda que o time de Woking é o primeiro cliente da Mercedes para a nova era da F1, a partir de 2026

A McLaren renovou o recente acordo de motores com a Mercedes até a temporada 2030 da Fórmula 1. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (24), pouco antes do início do treino livre 1 de Abu Dhabi, o que significa que, ao fim, serão nada menos que 30 anos de parceria entre as marcas na categoria.

O anúncio também representa que a McLaren passa a ser oficialmente a primeira cliente da Mercedes para a nova era de motores da F1, que entra em vigor a partir da temporada 2026. As unidades de potência terão a parte eletrônica ampliada e serão fabricadas para trabalhar com combustível sustentável.

Relacionadas

O time de Woking voltou a competir com motores Mercedes em 2021, depois de um período longo de parceria de 1995 a 2014. Depois, a McLaren correu com propulsores Honda e Renault por três temporadas cada até retornar a Brackley.

2030 representará o 30º ano da parceria McLaren/Mercedes (Foto: AFP)

Chefe da Mercedes, Toto Wolff disse que "trabalhar com equipes fortes como clientes tem sido uma pedra angular em nossa estratégia de automobilismo". "Isso traz muitas vantagens: proporciona uma referência competitiva clara, acelera nosso aprendizado técnico e fortalece os negócios gerais na F1 para a Mercedes-Benz. A McLaren tem sido uma competidora feroz e justa desde 2021, especialmente na segunda metade desta temporada. O forte desempenho dela sublinha a importância do fornecimento transparente e igualitário a todas as equipes clientes, se quisermos ter as dez em condições de brigar pelo pódio", salientou.

Zak Brown, CEO da McLaren, classificou a extensão de contrato como reflexo "da confiança que nossos acionistas e a equipe têm nos motores e na direção que estamos tomando com eles para o próximo regulamento".

"Tivemos sucesso juntos, tanto nas últimas três temporadas como no período anterior, por isso estamos ansiosos pelo sucesso que está por vir enquanto continuamos nossa caminhada para brigar de forma consistente na frente do grid", completou Brown.

Por fim, Andrea Stella, chefe da equipe inglesa, também celebrou a manutenção da Mercedes como fornecedora de motores. "Temos grande confiança na Mercedes e em nossa relação com eles. Eles apoiaram nosso regresso à frente do grid, e a segurança e a estabilidade que esta parceria traz são vitais para garantir que permaneçamos nesta trajetória ascendente", concluiu.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1. Na sexta-feira, o TL2 começa às 10h (de Brasília); no sábado, o TL3 inicia às 7h30, com a classificação às 11h. Por fim, a largada, no domingo, está programada para as 10h. Em SEGUNDA TELA, o GP acompanha a etapa com transmissões da classificação, da sprint e da corrida. Na sexta-feira, no sábado e no domingo, o BRIEFING repercute tudo que acontece na etapa final da temporada 2023.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!