Verstappen neutraliza rivais e fecha TL2 do Japão na liderança. Leclerc põe Ferrari em 2º

Mais uma vez, Max Verstappen ditou o ritmo no TL2, mas viu a Ferrari de Charles Leclerc um pouco mais próxima em Suzuka. Lando Norris, com bom ritmo de corrida, ficou em terceiro

Max Verstappen nem precisou ver o cronômetro zerar para garantir mais uma liderança na sexta-feira (22) de treinos livres para o GP do Japão. O holandês viu Ferrari e McLaren surgindo mais fortes, porém não teve dificuldades para neutralizar qualquer investida, liderando o TL2 realizado em Suzuka.

A segunda sessão do dia terminou com bandeira vermelha, após Esteban Ocon escapar e bater com a frente do carro na barreira de proteção. Com menos de 2min para o final, a direção de prova optou pelo encerramento.

Relacionadas

A Fórmula 1 retorna no final da noite de sexta-feira (22), às 23h30 (de Brasília, GMT-3), para a disputa do terceiro treino livre válido para o GP do Japão. Depois, na madrugada de sábado, às 3h, acontece a sessão que define o grid de largada da corrida em Suzuka. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e em TEMPO REAL. No sábado e no domingo, classificação e corrida também contam com transmissão em SEGUNDA TELA, NA GPTV, EM PARCERIA COM A VOZ DO ESPORTE.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A Mercedes teve uma sexta-feira discreta no Japão (Foto: AFP)

Confira como foi o segundo treino livre da Fórmula 1 em Suzuka:

A primeira sessão de treinos do final de semana teve o roteiro já batido na temporada 2023, com Verstappen na liderança. Após uma manhã no Japão bastante quente, porém com uma leve garoa nos últimos minutos da atividade, os pilotos retornaram à pista encontrando um céu ainda com nuvens carregadas, com os termômetros em 28°C, asfalto em 40°C e umidade relativa do ar em 63%.

Um detalhe importante também para a segunda atividade do dia: depois de colocar o novo assoalho levado para o Japão apenas no carro de Leclerc no treino 1, a Ferrari também colocou a peça na SF-23 de Sainz, permitindo ao espanhol experimentar a principal atualização da equipe italiana para o final de semana.

Assim como no TL1, os pilotos também puderam usar os protótipos da Pirelli no TL2, e essa foi a escolha de nomes como Albon, Sainz, Alonso e Hamilton para o primeiro stint da sessão. E foi com a borracha nova que Valtteri Bottas assumiu a liderança, com 1min33s163. De compostos médios, Pérez aparecia em segundo, num momento em que Max ainda não tinha registrado volta mais rápida.

Pois bastou uma tentativa para o holandês já virar 1min31s377 — 0s270 mais rápido que o melhor giro obtido pela manhã. Após dez minutos completados, Norris era quem mais se aproximava do líder, a 0s7. Albon, Piastri, Leclerc, Pérez, Ocon, Stroll, Bottas, Sainz e Gasly fechavam momentaneamente o top-10.

Sainz, então, melhorou a própria volta nos dois primeiros setores, conseguindo tirar o piloto da McLaren da segunda colocação. Leclerc foi ainda mais rápido que o companheiro de equipe e ficou a apenas 0s331 de Verstappen. Em seguida, o #55 quase foi acertado por Kevin Magnussen, que precisou ser rápido e pegar parte da área de escape no apertado traçado de Suzuka. O representante da Haas, claro, reclamou bastante da manobra.

Enquanto isso, Russell enfim calçava a borracha macia e pulava para terceiro, com o tempo de 1min32s054. Hamilton também fez o seu melhor giro até então no TL2, subindo para o sexto lugar.

Perto dos 30 minutos, Norris cravou 1min31s152 e assumiu a liderança, colocando por enquanto 0s225 sobre o tempo de Verstappen. Do grid, apenas o duo da AlphaTauri aparecia com os protótipos da Pirelli. Os demais já partiam para os compostos macios em sua maioria. E foi em mais um stint com os pneus de faixa vermelha que Leclerc virou 1min31s008, desbancando o piloto da McLaren por 0s144.

Mais alguns giros, Alonso veio 0s037 mais rápido que o tempo de Leclerc no primeiro setor, porém foi perdendo décimos nos trechos seguintes, fechando a volta em quinto. Verstappen apareceu na sequência com mais um set de pneus macios e entrou na casa de 1min30s, completando o giro 0s320 mais rápido que o #16 da Ferrari.

Com pouco mais de 20 minutos para o fim, cada setor de Suzuka era dominado por um piloto de uma equipe diferente. Verstappen aparecia com o melhor primeiro trecho, enquanto Leclerc levava a melhor na parte mais sinuosa, com um surpreendente Logan Sargeant sendo o mais rápido no trecho final, mais favorável ao carro da Williams. Na combinação de tempos, porém, o americano aparecia apenas em 20º, enquanto os outros dois ocupavam as duas primeiras colocações.

Vida nada fácil para também para Lewis Hamilton, perdendo só no setor 1 0s6 em relação a Verstappen em sua tentativa de melhorar ao menos a própria marca. Mesmo com a borracha macia, não passou do 14º lugar.

Nos 15 minutos restantes, os pilotos começaram a calçar os compostos médios para os long runs, já visando o acerto para a corrida. Verstappen, calçando a borracha de teste, apareceu com o melhor ritmo no stint mais longo, com Piastri e depois Norris virando próximo ao tempo do holandês com os médios. Leclerc e Russell também surgiram fortes na parte final, variando entre 1min37s e 1min39s.

Volte em instantes.