Verstappen escapa de punição por 3 incidentes na classificação em Singapura

Max Verstappen bloqueou a saída do pit-lane no Q1, atrapalhou Yuki Tsunoda e, depois, Logan Sargeant. Mesmo assim, os comissários não viram nenhuma irregularidade, fazendo o piloto da Red Bull manter o 11º no grid para o GP de Singapura

Mais uma vez, Max Verstappen conseguiu escapar de punição na temporada 2023 da Fórmula 1. Após ficar sob investigação por conta de três incidentes distintos na classificação deste sábado (16), o holandês da Red Bull foi considerado inocente em todos, mantendo, com isso, o 11º lugar no grid para o GP de Singapura.

Foram, ao todo, três incidentes que deixaram o holandês na mira dos comissários. O primeiro aconteceu ainda no Q1, quando, com os boxes já liberados perto dos minutos finais, Verstappen resolveu segurar a fila indiana que se formou logo atrás dele por alguns segundos.

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Max Verstappen teve um sábado irreconhecível em Singapura (Foto: Red Bull Content Pool)

Depois, no Q2, a direção de prova colocou Max sob investigação mais uma vez por atrapalhar Yuki Tsunoda, que vinha em volta rápida. Pelo rádio, o japonês não economizou nas reclamações. E ainda teve um bloqueio em Logan Sargean, totalizando três manobras suspeitas.

Imediatamente após a sessão que definiu o grid de largada, Verstappen — que havia caído ainda no Q2, depois de muito lutar com uma surpreendente falta de ritmo do RB19 — foi chamado à sala dos comissários para dar explicações.

Volte em instantes.