Hamilton elogia ritmo da Mercedes nos EUA: “Feliz por estar mais perto de Verstappen”

Lewis Hamilton superou Charles Leclerc na primeira curva da prova e tentou se aproximar de Max Verstappen, mas ritmo superior da Red Bull não deixou

Após elogiar as atualizações que a Mercedes trouxe para o final de semana do GP dos Estados Unidos, Lewis Hamilton aproveitou esse bom ritmo para garantir a segunda posição na corrida sprint realizada neste sábado (21). Apesar de não ter conseguido lutar pela vitória devido ao desempenho superior Max Verstappen e da Red Bull, o inglês expressou satisfação com seu desempenho e prevê um bom resultado na corrida principal.

O heptacampeão iniciou a prova se aproveitando do duelo entre Verstappen e Charles Leclerc, que deixou espaço para que ele assumisse a segunda posição. Nas três primeiras voltas, Hamilton chegou a estar perto do neerlandês, mas a diferença foi aumentando até o final da prova curta.

Relacionadas

"Foi uma corrida divertida. Uma boa largada até a curva 1, seguida de uma batalha intensa com Charles [Leclerc]. A partir daí, estava tentando me aproximar de Max, mas o ritmo deles é simplesmente incomparável no momento”, afirmou o #44.

"Mas estou feliz por estar um pouco mais perto, ainda temos um longo caminho a percorrer para conseguir igualar o ritmo que Max manteve ao longo da corrida, mas, mesmo assim, estou alegre em voltar ao pódio", completou.

Quando questionado sobre as perspectivas a partir da terceira posição no grid na corrida principal de domingo, Hamilton se mostrou entusiasmado, mas sabe que mesmo com Verstappen largando em sexto, é dele vantagem para lutar pela vitória. 

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Heptacampeão tirou mais três pontos em disputa com Pérez pelo vice-campeonato (Foto: Mercedes)

"Isso [Verstappen largando mais atrás] será útil para nós na frente. No fim das contas, acho que ele estará nos pressionando muito rápido, dada a velocidade que ele demonstrou hoje, mas acredito que teremos espaço para uma boa disputa com Charles e Lando [Norris]”, analisou o heptacampeão mundial.

"Todos nós temos um ritmo bastante similar, então espero boas batalhas amanhã, e, se conseguirmos manter Max um pouco mais de tempo atrás, será incrível. Mas, se não der, sem problemas", finalizou.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1. No domingo, a corrida oficial larga às 16h (de Brasília, GMT-3). O GRANDE PRÊMIO ainda exibe classificação, corrida curta e a corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporteatravés da GPTV — o início das transmissões se dá 15 minutos antes das atividades.