Hamilton despista sobre renovação de contrato com Mercedes: "Não me preocupa"

Mesmo dando a entender que vai renovar com a Mercedes, Lewis Hamilton afirmou que ainda não fechou e não tem pressa para renovar o vínculo com a Mercedes

Uma das histórias que mais cerca o heptacampeão mundial Lewis Hamilton é a renovação de contrato com a Mercedes. Com vínculo que se encerra ao fim de 2023, o piloto inglês deu declarações descartando uma saída da equipe na qual defende desde 2013 e em que conquistou seis dos sete títulos mundiais. Porém, o novo acordo ainda não foi anunciado.

Nas atividades de mídia pré-GP do Canadá, Hamilton foi questionado se já sentou com o chefe de equipe Toto Wolff sobre a possibilidade de acerto, mas negou e demonstrou que não tem tanta pressa assim, desde que acerte a renovação.

Relacionadas

"Ainda não fechamos. Nunca comemos pizza. Vi Toto, falei com ele várias vezes. Nada mais a adicionar. Não tenho muito a dizer no lado de contrato. Quando fechar, vai fechar. Se é na próxima semana, no próximo mês…contanto que consigamos fechar, não me preocupa", completou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Lewis Hamilton está próximo de renovar até 2024 com a Mercedes (Foto: Mercedes)

No Canadá, Hamilton reencontra a praça em que venceu pela primeira vez, em 2007, e justamente no melhor momento da Mercedes no ano após o pódio duplo com Lewis e George Russell em Barcelona. Lewis revelou que o resultado animou a todos na fábrica para a sequência do campeonato. O heptacampeão também chamou atenção para as condições climáticas em Montreal.

"Temos feito muito progresso no carro e a última corrida foi fenomenal. Todos estavam animados na fábrica, toda a equipe tem uma nova energia e parece que temos uma estrela no norte. Sabemos para onde estamos indo, sabemos como chegar, então estão todos trabalhando o máximo possível. Estou animado por vir para cá. Não sabemos no geral se essa pista se adapta ao nosso carro, mas o clima pode mudar isso. Veremos", concluiu.

Fórmula 1 retorna fim de semana, com o GP do Canadá programado para acontecer entre os dias 16 e 18 de junho — com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO.