GP de São Paulo mantém canal de apoio para vítimas de assédio e importunação

GP de São Paulo confirmou a manutenção de canal de denúncias para situações de assédio e importunação nas arquibancadas. Alan Adler afirmou que "nenhuma ocorrência séria" aconteceu em 2023

A organização do GP de São Paulo anunciou que, pelo segundo ano consecutivo, estará disponível um canal de denúncias para casos de assédio e discriminação durante o evento que acontece entre os dias 3 e 5 de novembro, em Interlagos. Alan Adler, promotor do evento, falou sobre as medidas de combate durante a coletiva de imprensa de abertura do evento, que aconteceu nesta quarta-feira (25).

Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes comentou que as equipes Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania, atualmente comandada por Soninha Francine, e da coordenadoria de políticas para mulheres, estará presente para o atendimento e suporte no evento, assim como a Secretaria da Pessoa com Deficiência, que disponibilizará vans para transporte para apoio na mobilidade.

Relacionadas

Ao GRANDE PRÊMIO, Adler reforçou a importância do tema e das medidas concretas adotadas a partir de 2022. Perguntado sobre números, o promotor não revelou, mas citou que "não teve nenhuma ocorrência séria" na edição passada e que espera o mesmo em 2023.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

O GP de São Paulo acontece entre os dias 3 e 5 de novembro (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

"É um tema que a gente leva muito a sério. Conseguimos implantar medidas mais concretas e efetivas a partir do ano passado, que surgiram resultados muitos positivos. E também, não é do dia para noite, você precisa comunicar, treinar, mas você precisa estar preparada. São coisas que acontecem no dia a dia, e o importante é poder acolher e dar um atendimento. Isso estamos preparados", comentou.

"Temos um canal para as pessoas poderem denunciar, acessar. Acho que o GP de São Paulo está fazendo o que pode para combater qualquer tipo de racismo, assédio. É um tema muito sério e muito importante para a gente", concluiu Adler.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

A linha de atendimento para acolhimento de denúncias de discriminação ou importunação foi criada em 2022 após diversos relatos de assédios e denúncias em 2021, na edição que marcou o retorno da Fórmula 1 ao Brasil depois de ausência no calendário de 2020 por efeito da pandemia de Covid-19.

GP de São Paulo acontece entre os dias 3 e 5 de novembro no Autódromo de Interlagos, localizado na zona sul da capital paulista. O GRANDE PRÊMIO cobre todas as ações in loco.