Russell critica Mercedes após ficar no Q1 na Hungria: "Não podíamos correr tanto risco"

18º colocado na classificação em Hungaroring, Russell acredita que estratégia de uma volta final de pneus duros não era a ideal para equipe, afinal, o W14 tinha velocidade suficiente na sequência do treino

George Russell foi o primeiro piloto a ser atingido pela regra adotada na classificação deste sábado (22) na Hungria. O piloto da Mercedes foi prejudicado pelo tráfego nos minutos finais do Q1 e vai largar na 18ª posição, para a ira do chefão da equipe, Toto Wolff.

O britânico tentou encontrar explicações para o resultado ruim, mas não conseguiu disfarçar a tristeza por estar tão atrás de seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que vai largar na frente. "Fui ultrapassado por quatro carros antes da última curva para iniciar minha volta. Não tinha uma aderência legal nos pneus, estou realmente decepcionado", falou.

Relacionadas

Porém, a cutucada na sua equipe foi feita, afinal, foi bastante arriscado soltar o carro apenas para uma volta final com pneus duros. "Durante toda a sessão, estávamos fora de sincronia com nossos adversários. Estando 0s3 atrás antes da curva, era normal estarmos mais lentos e não avançarmos, porém, não podíamos correr tantos riscos, fomos um dos poucos carros que fizemos isso", analisou.

Russell decepcionou na Hungria e larga em 18º (Foto: Mercedes)

A insatisfação com as Flechas de Prata continuou, afinal, o W14 estava em excelentes condições para um bom desempenho na Hungria. Assim, o erro cometido fica como uma grande lição para a sequência da temporada 2023 da Fórmula 1.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

"O carro estava ótimo, éramos rápidos o suficiente para irmos ao Q2 e Q3. Raramente cometemos esses erros, mas você recebe o que merece se não fizer as coisas direito", completou Russell.

Fórmula 1 retorna neste domingo para a disputa do GP da Hungria, com largada prevista para as 10h (de Brasília, GMT-3). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2023 AO VIVO e em TEMPO REAL. Antes, a partir das 9h40, o GP abre a transmissão em segunda tela no canal 1 do YouTube, em parceria com a Voz do Esporte.