Ocon garante que "não mudaria nada" em toque com Piastri após abandono no GP dos EUA

Esteban Ocon lamentou mais um fim de semana sem pontos na F1, mas garantiu que, se pudesse voltar atrás, não mudaria nada em toque com Oscar Piastri que gerou abandono duplo nos EUA

Esteban Ocon viu Pierre Gasly, seu companheiro de Alpine, conquistar um excelente resultado com o sexto lugar no GP dos EUA, disputado no último domingo (22), em Austin. No entanto, o francês não teve a oportunidade de aproveitar o ritmo disponível no carro, já que um toque com Oscar Piastri ainda na primeira volta, logo depois da curva 2, resultou em abandonos aos dois.

O piloto da Alpine evitou culpar Piastri pelo incidente e preferiu focar na própria lamentação, já que acreditava estar em posição de buscar pontos em Austin. Por outro lado, Ocon ressaltou que não mudaria nada em sua abordagem no lance.

Relacionadas

"No fim das contas, nós dois pagamos o preço pelo toque", afirmou Ocon. "Os dois precisaram abandonar. Infelizmente, meu sidepod ficou completamente danificado, o que é uma pena, porque acho que poderia ter marcado pontos", lamentou o francês.

"Consegui uma boa largada, estava por dentro e simplesmente entrei na curva", explicou. "Obviamente, Oscar [Piastri] tentou ir por fora, e foi isso. Nos tocamos. Não há nada que eu mudaria, se precisasse fazer isso de novo", garantiu.

Ocon viu o GP dos EUA acabar ainda nos primeiros metros (Foto: AFP)

Ocon lamentou o domingo de seu lado da garagem em Austin, já que Gasly deixou o Circuito das Américas com um resultado positivo. O piloto, que chegou a levar uma sequência de punições curiosa no GP do Bahrein, admitiu que o azar tem acompanhado a equipe em boa parte do ano.

"Foi um domingo infeliz para nós", admitiu Ocon. "Sinto que realmente tivemos um bom número desses ao longo do ano, o que definitivamente nos custou", frisou.

Piastri, assim como Ocon, também evitou tecer comentários mais fortes em relação ao tema. O australiano manteve a postura do francês e disse que "tinha direito" ao movimento, mas tratou a batida como um incidente de corrida normal para a F1.

Piastri até conseguiu levar o carro até a volta 10, mas também precisou abandonar (Foto: Reprodução/F1)

"Havia fluídos vazando do sidepod direito, onde tivemos o contato", relatou Piastri. "Não penso nada sobre isso, para ser honesto. Acho que tinha o direito de estar ali, mas não acho que Esteban [Ocon] tenha feito algo tão desagradável. Apenas nos encontramos e, infelizmente, isso resultou em danos para os dois. Apenas um incidente", completou.

Fórmula 1 retorna já no próximo fim de semana, com o GP da Cidade do México, no Autódromo Hermanos Rodríguez, para a 19ª etapa da temporada 2023.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!