Confira declarações dos pilotos após classificação para GP de Singapura de F1 2023

Marcada por momentos emocionantes, a sessão em Marina Bay teve uma performance competitiva da Ferrari, uma surpreendente Haas e colocou em risco a sequência histórica de vitórias de Max Verstappen na F1 2023

Em uma classificação marcada pelo forte acidente de Lance Stroll e a supreendente eliminação de Max Verstappen no Q2, a Ferrari repetiu o desempenho do GP de Itália ao conquistar a pole-position com Carlos Sainz e o terceiro lugar com Charles Leclerc no grid de largada para o GP de Singapura, que acontece neste domingo. Com grande performance neste sábado (16), George Russell completou a primeira fila com a segunda colocação da sessão.

Pouco mais atrás no grid, mais supresas em Marina Bay. A primeira delas foi o grande desempenho da Haas no circuito de rua, que culminou com a sexta colocação de Kevin Magnussen e a nona de Nico Hülkenberg. Foi a primeira vez que a equipe americana avançou com os dois carros ao Q3.

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

George Russell, Carlos Sainz e Charles Leclerc, o top-3 do grid em Singapura (Foto: AFP)

Outro resultado surpreendente foi o décimo lugar de Liam Lawson em sua terceira participação em classificação na Fórmula 1. E foi justamente o neozelandês da AlphaTauri responsável por empurrar Verstappen para fora do Q3.

Lando Norris, em quarto, Lewis Hamilton, em quinto, Fernando Alonso, em sétimo, e Esteban Ocon, em oitavo, completaram o top-10 do grid de largada para o GP de Singapura.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP da Singapura, em Marina Bay, 15ª etapa da temporada 2023. No sábado e no domingo, classificação e corrida também contam com transmissão em SEGUNDA TELA, NA GPTV, EM PARCERIA COM A VOZ DO ESPORTE. No domingo, a largada está marcada para as 9h (de Brasília, GMT-3).

Confira as declarações dos pilotos após a classificação do GP de Singapura:

Carlos Sainz, pole-position: Pole, Sainz projeta corrida apertada, mas diz que Singapura “combina com Ferrari”

George Russell, segundo: Russell celebra primeira fila em Singapura e vê Mercedes com “vantagem estratégica”

Charles Leclerc, terceiro: Leclerc diz que rendimento da Ferrari em Singapura é “bom sinal para o futuro”

Lando Norris, quarto: Norris fez “melhor em todas as curvas” e vê 4º lugar como máximo no grid em Singapura

Lewis Hamilton, quinto: Hamilton reconhece “ótimo pacote”, mas lamenta falta de ritmo em Singapura

Lando Norris escapa por pouco de acidente após batida de Lance Stroll na classificação do GP de Singapura (Vídeo: F1 TV/Reprodução)

Kevin Magnussen, sexto: Magnussen desconhece razão de melhora, mas celebra “carro forte” da Haas em Singapura

Fernando Alonso, sétimo: Alonso se contenta com 7º em Singapura, mas espera “mais chances sem Red Bull na frente”

Esteban Ocon, oitavo: Ocon rasga elogios para Alpine por ida ao Q3 em Singapura: “Trabalhamos muito”

Nico Hülkenberg, nono: Hülkenberg elogia Magnussen e valoriza “surpresa agradável” com duas Haas no Q3

Liam Lawson, décimo: Lawson se vê “razoavelmente feliz”, mas opina: “Q3 escapou” da AlphaTauri em Singapura

Max Verstappen, 11º: Verstappen vê carro “impossível de guiar” na “chocante” classificação em Singapura

Pela primeira vez desde o GP da Rússia em 2018, a Red Bull não avançou com os dois carros ao Q3 (Foto: AFP)

Pierre Gasly, 12º: "Foi uma pena não estarmos no Q3 hoje, mas, mesmo assim, estamos em uma posição decente para lutar por pontos na corrida, que é o que realmente importa. Do nosso lado, certamente faltaram algumas coisas e tivemos que correr atrás em alguns aspectos para otimizar o equilíbrio do carro. Como equipe, vamos, é claro, analisar o que poderíamos fazer melhor para estarmos mais preparados para a classificação e começar com mais vantagem."

Sergio Pérez, 13º: Pérez descarta pódio em “extremamente complexo” GP de Singapura para Red Bull

Alexander Albon, 14º: "Acredito que o 14º lugar foi o melhor que poderíamos fazer hoje, então fiquei feliz por passar do Q1. No Q2, simplesmente não senti a aderência que senti anteriormente, então não sei se o tempo prolongado nos boxes ou a preparação na volta de saída me prejudicaram. Fomos muito limitados em termos de quilometragem neste fim de semana, então sinto que estive correndo atrás o tempo todo e não consegui chegar lá. Os pneus parecem estar muito macios neste fim de semana, exigindo que você guie devagar durante a volta de saída e a de desaceleração. Acredito que, em última análise, com o entendimento dos pneus, temos mais a aprender, mas não acho que teria mudado o resultado. Não fizemos simulação de corrida, o que tornará as coisas um pouco mais desafiadoras, mas vamos nos concentrar."

Yuki Tsunoda, 15º: "Cometi um erro, travei na curva 14. Peço desculpas à minha equipe, é realmente uma pena, e estou frustrado porque o ritmo do carro é incrível. Vamos ver como vai ser amanhã, farei o meu melhor para marcar pontos."

Valtteri Bottas, 16º: "As minhas voltas hoje foram realmente boas, mas faltou algo para chegarmos ao Q2. Encontrei algum tráfego ao final da minha última tentativa, mas, no geral, parece que perdemos um pouco de ritmo em comparação com ontem, assim, tivemos que fazer algumas concessões na configuração. Parecia que não conseguíamos extrair muito do carro, o que é bastante frustrante, já que parecia que estávamos no caminho para construir algo bom. Amanhã será um dia longo, e fazer um progresso não será uma tarefa fácil. Devemos nos concentrar em tirar o melhor proveito da estratégia e de qualquer situação que possa surgir."

Oscar Piastri escapou do pneu desgovernado de Lance Stroll, mas caiu no Q1 em Singapura (Foto: AFP)

Oscar Piastri, 17º: "Foi uma classificação decepcionante, no entanto, estou feliz em ver que [Lance] Stroll está bem. Infelizmente, não havia muito mais que pudéssemos fazer devido à bandeira vermelha. Nossa primeira tentativa foi razoável, um pouco bagunçada, e depois tivemos um problema com o tráfego no início da última tentativa, mas acredito que teria sido o suficiente para nos levar ao Q2. Vamos ver se conseguimos avançar amanhã, será complicado conquistar pontos, mas isso não significa que não possamos dar o nosso melhor."

Logan Sargeant, 18º: "Foi um fim de semana razoável. Eu me senti confortável na pista e consegui me adaptar bem. A classificação foi complicada, com a pista evoluindo muito a cada volta. Estava fazendo uma boa volta no final, mas ao entrar na curva 10 e passar pelas zebras, travei o pneu traseiro e não consegui reduzir as marchas. Devo ter perdido 0s4 ou o0s5 ali que me teriam colocado bem perto do que precisava. Vai ser uma corrida complicada, mas temos que ser otimistas e tentar avançar amanhã. O carro está em uma posição melhor agora do que estava ontem, então espero que isso nos ajude."

Zhou Guanyu, 19º: "Esperávamos um pouco mais hoje, mas, para ser justo, seria difícil chegar ao Q2. Ficar em 19º lugar é uma decepção, mas reflete nossa classificação. Não estava confortável com o carro e não foi fácil fazer uma volta limpa. Quando não se tem uma boa sensação em uma pista como esta, não consegue construir consistência e, no final, paga o preço. Precisamos entender onde erramos, mas ainda está tudo em aberto aqui."

Lance Stroll, 20º: "Estou bem, mas frustrado porque temos um grande trabalho pela frente na garagem e na pista. Estava na busca por aderência durante toda classificação. Tivemos uma saída ruim com tráfego à frente na minha última tentativa, e fomos parados na balança de pesagem. Comecei alguns segundos atrás do Pierre [Gasly], então não saiu como havíamos planejado. Quando vi que minha volta não estava melhorando, forcei muito na última curva para tentar recuperar esse tempo extra, e foi aí que deu errado. Vamos ver o que podemos recuperar na corrida."