Leclerc admite frustração com resultado na Hungria e enfatiza: "Muito trabalho a fazer"

Charles Leclerc disse que estava contente com sua volta... até ver que conseguiu se classificar apenas em sexto lugar. Por isso, reiterou à Ferrari: há muito trabalho pela frente

Charles Leclerc repetiu à Ferrari a frase que costuma usar nesta temporada da F1 2023: eles precisam seguir trabalhando. O monegasco se preocupou com o ritmo de sua SF-23, ainda que tenha ficado 0s383 atrás do pole-position, Lewis Hamilton.

“Não estou [me sentindo] muito bem porque fiquei muito feliz com a minha volta e então você olha para a tabela e está em sexto lugar”, disse ele.

Relacionadas

“Estamos muito próximos até a quarta posição, mas depois os três primeiros estão muito à frente e numa pista como esta... temos muito trabalho a fazer", acrescentou.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente:Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Charles Leclerc não saiu satisfeito da classificação da Hungria (Foto: Ferrari)

Mais uma vez, a McLaren chamou a atenção das adversário. Afinal, a segunda fila é composta pelos dois carros laranja, enquanto Leclerc divide a terceira com um também surpreendente Guanyu Zhou.

“Hoje a McLaren novamente está mostrando que deu um grande passo à frente. Esta pista, em comparação com Silverstone, são completamente diferentes e eles são muito rápidos, então precisamos dar um passo à frente também", explicou Charles.

“McLaren, Mercedes, Red Bull agora parecem estar consistentemente à frente, pelo menos se você olhar para as últimas três corridas. Precisamos trabalhar, caso contrário, estamos apenas perdendo mais pontos e mais pontos a cada fim de semana, então precisamos fazer um esforço", encerrou.

Fórmula 1 retorna neste domingo (23) para a disputa do GP da Hungria, com largada prevista para as 10h (de Brasília, GMT-3). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2023 AO VIVO e em TEMPO REAL. Antes, a partir das 9h40, o GP abre a transmissão em segunda tela no canal 1 do YouTube, em parceria com a Voz do Esporte.