Sainz se diz frustrado por cair no Q2 na Hungria e admite: "Sofri com pneus médios"

O piloto da Ferrari vai largar em 11º em Hungaroring e se sentiu prejudicado pelo novo formato de classificação testado neste sábado, embora saiba que o ritmo da F1-75 também esteja longe do ideal

Carlos Sainz foi outro piloto que sofreu com a nova classificação da Fórmula 1 neste sábado (22) na Hungria. Por apenas dois milésimos, o ferrarista ficou no Q2 e vai largar apenas em 11º na corrida, sua pior posição no grid na temporada.

Chateado, o espanhol tentou buscar respostas na performance mediana em Hungaroring e admitiu que sofreu demais com os pneus médios em sua Ferrari. "Se baixasse meu tempo em um décimo teria me colocado mais à frente. Mas é assim, infelizmente, foi uma pena fazer o Q2 com esses compostos, não me senti bem em todas as atividades", analisou.

Relacionadas

Carlos criticou o formato de classificação para a etapa húngara. Para ele, fazer várias sessões com pneus diferentes não dá um parâmetro de qual é o real estado do F1-75 no fim de semana. "Em uma qualificação normal, podia ter feito melhor. O desconforto com esta nova configuração de treino é evidente, embora saibamos que nosso equilíbrio não é o ideal".

Sainz vai largar em 11º no GP da Hungria (Foto: Ferrari)

Sainz acredita que as equipes estão bem mais próximas em 2023 e, por isso, sabe que terá muitas dificuldades de construir um grande resultado na Hungria.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

"O grid evoluiu muito desde o ano passado, basta olhar as performances de McLaren e Alfa Romeo. Hoje tem muito vento, curvas longas, por isso, com tudo muito apertado, ficar fora por apenas dois milésimos é muito pouco", completou o piloto.

Fórmula 1 retorna neste domingo para a disputa do GP da Hungria, com largada prevista para as 10h (de Brasília, GMT-3). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2023 AO VIVO e em TEMPO REAL. Antes, a partir das 9h40, o GP abre a transmissão em segunda tela no canal 1 do YouTube, em parceria com a Voz do Esporte.