Budkowski é o novo diretor executivo da Renault

A Renault confirmou que Marcin Budkowski, ex-diretor do departamento técnico da Fórmula 1, se irá juntar à equipa e assumir o papel de diretor executivo.

Budkowski está a cumprir os três meses de "desemprego obrigatório" após abandonar o cargo da FIA e irá entrar na equipa para assumir as responsabilidades de todas as atividades relacionadas com o desenvolvimento e a produção do chassis.

Relacionadas

"Têm ocorrido muitas alterações positivas nos últimos meses na Renault", disse Cyril Abiteboul, chefe de equipa.

"Uma expansão acelerada em Enstone, a reestruturação do departamento do motor com o fornecimento a duas equipas de topo em 2018, três títulos consecutivos na Fórmula E e noutras categorias e a chegada de novos parceiros estratégicos

"A missão do Marcin será continuar a fortalecer Enstone para permitir à Renault juntar-se ao lote das equipas de topo em 2020..

"A chegada do Marcin é uma excelente notícia e comprova a nossa determinação em atingir os nossos objetivos."

O seu papel na FIA deu-lhe acesso priveligiado a informação técnica de todas as equipas, o que levou a que surgissem críticas à forma como o polaco poderia ajudar a Renault.

As seis equipas de topo na Fórmula 1 - Mercedes, Ferrari, Red Bull, McLaren, Williams e Force India - já expressaram as suas preocupações de forma escrita a Jean Todt, presidente da FIA, e Chase Carey, diretor executivo da Fórmula 1.