Audi anuncia Jani como piloto de simulador para desenvolvimento de motor da F1 2026

No processo de desenvolvimento de motores para 2026, Audi anunciou a chegada de Neel Jani, vencedor das 24 Horas de Le Mans e ex-Fórmula E, como piloto de simuladores

Nos preparativos para entrar na Fórmula 1 em 2026, a Audi anunciou que o suíço Neel Jani será o piloto de simulador da equipe na busca pelo desenvolvimento da unidade de potência antes da entrada no Mundial, programada para acontecer em uma parceria com a Sauber.

Vencedor das 24 Horas de Le Mans com a Porsche, em 2016, e campeão da extinta A1 Grand Prix, na temporada 2007-08, Neel também é conhecido pela passagem como piloto de testes da antiga Toro Rosso, em 2006, além de disputar a temporada 2019-20 da Fórmula E pela Porsche.

Relacionadas

"Estou feliz de acompanhar a Audi nesse caminho para a Fórmula 1. É uma honra e grande responsabilidade estar envolvido em um projeto desta magnitude neste estágio inicial. Tenho certeza que com a minha experiência de projetos de F1 e Le Mans, posso fornecer conexão entre teoria e prática", disse Jani.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Neel Jani será piloto de simuladores da Audi (Foto: Audi)

No comunicado, a Audi reportou que, desde o fim do ano passado, os testes com motor de um cilindro têm fornecido resultados para o desenvolvimento da unidade. A fase do conceito vai lançar bases relacionadas ao desempenho de energia do motor de 2026, quando o novo regulamento prevê aumento da eletrificação da unidade. O MGU-K fornecerá quase a mesma potência do MGU-H.

Chefe de desenvolvimento técnico da Audi, Oliver Hoffmann comentou sobre a importância do trabalho de simuladores e a experiência de Neel, que aos 39 anos, estará envolvido com mais uma fábrica alemã em sua carreira.

“Assim como no desenvolvimento da produção, a simulação desempenha um papel importante em nosso projeto de Fórmula 1. Nosso simulador é uma ferramenta importante para o desenvolvimento da unidade de potência. Requer um piloto de desenvolvimento que além de domínio da tecnologia traga uma experiência versátil ao projeto, principalmente em termos de gerenciamento de energia em condições de corrida", declarou.

De acordo com o portal italiano Formu1a.uno, o projeto dos novos motores da Audi foi iniciado recentemente, enquanto Mercedes Red Bull, por exemplo, realizam testes desde o fim do ano passado. Além disso, a equipe espera operar seu primeiro motor híbrido, que será usado como base para o futuro conceito, apenas ao fim deste ano. Novamente para efeito de comparação, a Ferrari já iniciou este processo nas últimas semanas. Assim, a estimativa é de que o atraso da Audi esteja em torno de seis meses em relação aos principais concorrentes.