Albon teme alto desgaste de pneus no Japão e vê Williams melhor em "trechos curtos"

Alexander Albon até gostou de ver a Williams bem melhor em Suzuka do que em Singapura, mas o asfalto abrasivo é algo que preocupa bastante o tailandês para classificação e corrida

A Williams conseguiu apresentar um ritmo melhor nos treinos livres desta sexta-feira (22), em Suzuka, no Japão, do que na última semana, em Singapura. Alexander Albon fechou o TL2 em sétimo, com um tempo de volta 0s8 mais lento que o líder, Max Verstappen, mas embora tenha deixado o dia com uma boa impressão, demonstrou preocupação com o alto desgaste que os pneus vão sofrer no abrasivo asfalto japonês.

No perfil oficial da Williams, Albon começou dizendo que foi um dia "quente e agradável" e destacou principalmente que o FW45 está bem em trechos menores de voltas em sequência.

Relacionadas

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Alexander Albon em ação na sexta-feira em Suzuka (Foto: Williams)

"Foi bom, acho que nosso trecho curto é muito bom, nosso long run precisa ser mais trabalhado, com o calor do asfalto e a superfície sendo muito abrasiva", acrescentou o tailandês, dizendo que o comportamento da borracha é algo que não está agradando a ninguém em Suzuka.

"Os pneus estão superaquecendo muito, sentimos isso e não está bom, acho que não está bom para ninguém, então temos ver se conseguimos melhorar isso um pouco para amanhã e domingo, principalmente", concluiu.

Fórmula 1 retorna no final da noite de sexta-feira (22), às 23h30 (de Brasília, GMT-3), para a disputa do terceiro treino livre válido para o GP do Japão. Depois, na madrugada de sábado, às 3h, acontece a sessão que define o grid de largada da corrida em Suzuka. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e em TEMPO REAL. No sábado e no domingo, classificação e corrida também contam com transmissão em SEGUNDA TELA, NA GPTV, EM PARCERIA COM A VOZ DO ESPORTE.