A preparação dos pilotos para os monolugares de 2017

Com pneus mais largos e mais downforce, os carros de F1 serão não só muito mais rápidos em 2017, mas também muito mais exigentes do ponto de vista físico. Para os pilotos isso só pode significar uma coisa - muito mais treino! E a melhor maneira de acompanhar esse progresso? As suas redes sociais, claro.

Daniel Ricciardo

https://www.instagram.com/p/BO_Fe0XB1Ds/

[relacionadas]

Simulações sugerem que os carros podem ser até 40km/h mais rápidos nas curvas de alta velocidade em 2017, e isso significa um aumento das forças G - potencialmente até mais de 5G em alguns casos. Consequentemente, os pilotos precisarão de mais força do que antes, e isso também significa mais músculo. "No ano passado e nos últimos anos o treino seria para manter o peso baixo, com muita resistência mas pouca intensidade para os músculos", diz Daniel Ricciardo. "Agora podemos puxar mais no treino. Será um grande desafio mas ainda mais gratificante."

Max Verstappen

Para não ser ultrapassado pelo seu colega de equipa, Max Verstappen postou várias fotos no ginásio. Os programas de treino tendem a ser mais intensos na pré-temporada, com pilotos os pilotos à procura de construir uma boa base ao nível da preparação física. Durante a temporada, quando os horários dos pilotos estão mais preenchidos, regimes de exercício são geralmente mais focados na manutenção da forma física.

Lance Stroll

https://www.instagram.com/p/BOxZ61NAYC3/

Lance Stroll, novo piloto da Williams, está a preparar-se para a sua temporada de estreia na F1 nas Ilhas Virgens Britânicas. O canadiano está a realizar um treino em suspensão, que é uma ótima maneira de exercitar vários grupos musculares diferentes de uma só vez, incluindo o núcleo. Os pilotos de Fórmula 1 contam com a incrível força do núcleo para manter a estabilidade do carro nos momentos de enormes forças G e colisões.

Nico Hulkenberg

Dentro de alguns meses, Nico Hulkenberg estará a correr pela Renault no Mónaco, mas neste momento o principado - ou mais especificamente as colinas que o rodeiam - é o ambiente perfeito para um treino de resistência. Ainda que estejam sentados no decorrer de um Grande Prémio, a aptidão cardiovascular é extremamente importante para os pilotos, uma vez que as suas frequências cardíacas podem atingir 80 por cento do seu máximo por até duas horas numa situação de corrida.

Kevin Magnussen

Kevin Magnussen,  novo recruta da Haas, trabalha em alguns exercícios de força de núcleo antes da nova temporada, segurando o peso como se de um volante se tratasse.

Daniil Kvyat

A imagem postada por Daniil Kvyat dá uma indicação de como os pilotos estão a trabalhar neste inverno - mas para o russo não há outro caminho a seguir. "Prefiro estar a treinar do que a festejar, porque o resultado final é poder estar ao volante de um monolugar de F1!", diz. "Por isso, é sempre um prazer trabalhar em direção a bons resultados. Quando sabes que o trabalho de preparação foi bem feito podes abordar tudo num estado de espírito mais calmo."

Valtteri Bottas

Valtteri Bottas, novo piloto da Mercedes, forneceu aos seus seguidores no Instagram um vislumbre do seu regime de treino, que inclui muitos exercícios para fortalecer o núcleo, braços e ombros. Os carros de F1 têm direção assistida, mas continua a ser necessária uma enorme resistência na parte superior do corpo para assegurar o controlo eficaz do monolugar ao longo de um Grande Prémio.

Esteban Ocon

Esteban Ocon, piloto da Force India, recorreu ao extremo para melhorar a sua forma física antes da nova temporada, caminhando na neve em condições geladas. Esta atividade, que tem sido usada por vários pilotos ao longo dos anos, não só fornece um ótimo treino como também ajuda a melhorar o equilíbrio e a agilidade - para não mencionar a resistência!

Romain Grosjean

Ocon não é o único francês que está a passar o seu tempo na neve este ano - Romain Grosjean, da Haas, também se deslocou até às montanhas antes de umas férias nas Caraíbas. Lewis Hamilton é outro piloto que tem incorporado os desportos de inverno no seu regime de treino.

Marcus Ericsson

As forças G que um piloto experimenta em curva ou sob travagem podem fazer com que a cabeça e o capacete pesem mais de cinco vezes o normal, e o pescoço deve suportar ambos. Como se prepara para isso? Uma das soluções é o exercício de extensão do pescoço que Ericsson está a fazer neste vídeo, que ajudará o sueco a lidar com as forças de travagem, que tentam puxar a cabeça para a frente. Os exercícios laterais do pescoço são uma boa preparação para as forças em curva.

Stoffel Vandoorne

Tal como Nico Hulkenberg, Stoffel Vandoorne passou parte da sua pré-temporada a correr em cenários espetaculares. A corrida é uma das atividades mais populares entre os pilotos quando se trata de treino cardiovascular, porque além de melhorar a forma física em geral, também aumenta a força dos membros inferiores, que é particularmente útil quando se tem em conta os milhares de quilos que têm de ser aplicados nas travagens em cada Grande Prémio.

Lewis Hamilton

https://www.instagram.com/p/BO-eFGKh6zJ/

E, finalmente, qualquer personal trainer dirá que o treino não se deve basear apenas em suor e trabalho duro: também deve ser divertido. E parece que Lewis Hamilton está a seguir isso à risca aqui!