Presidente da McLaren na Indy, Kiel anuncia saída após dois anos no comando

A McLaren anunciou nesta terça-feira que Taylor Kiel, presidente da equipe da Indy, renuciou e deixa o time britânico após dois anos

A McLaren anunciou nesta terça-feira em um comunicado oficial que Taylor Kiel não é mais o presidente da equipe na Indy. O americano gerenciou as operações do time britânico na Indy nos dois últimos anos e deixa o cargo imediatamente após renunciar.

“Foi uma honra trabalhar para a Arrow McLaren SP por mais de uma década”, disse Kiel em suas redes sociais. “Ao renunciar, eu me orgulho mais do que tudo de crecer este time em uma força capaz de vencer campeonatos e brigar por vitórias em todos os fins de semana. Agora, estou ansioso para passar tempo com minha família que também está crescendo e o que mais estiver adiante!”, concluiu Taylor.

Kiel chegou à McLaren em 2021 após a equipe concluir uma negociação para se tornar acionista majoritária da Arrow McLaren SP. O americano já estava envolvido com o time de Woking em 2019, quando foi firmada a parceria com a equipe de Sam Schmidt e Ric Peterson.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Taylor Kiel não é mais presidente da McLaren na Indy (Foto: IndyCar)

“A partir desta quinta-feira, 20 de setembro, Taylor Kiel está deixando o cargo de Presidente da McLaren na Indy depois de dois anos. Com o time se expandindo para três carros na temporada de 2023 da Indy, anúncios sobre a direção da equipe serão feitos em breve”, afirmou a McLaren em comunicado oficial.

A partir de 2023, a equipe britânica terá três carros na categoria. O mexicano Pato O’Ward e o sueco Felix Rosenqvist seguem no time, que trouxe o americano Alexander Rossi da Andretti para fechar seu trio de pilotos.

Na última temporada, a McLaren não conseguiu brigar pelo título como em 2021. O’Ward venceu duas corridas, mas terminou a temporada deste ano apenas na sétima colocação. Rosenqvist foi o nono colocado, com um pódio em Toronto como melhor resultado do ano.

O post Presidente da McLaren na Indy, Kiel anuncia saída após dois anos no comando apareceu primeiro em Grande Prêmio.