McLaren sugere novos carros e mais corridas na Costa Leste no calendário da Indy

Zak Brown confia que a Indy tem um grande potencial pelo orçamento e suas corridas, mas gostaria de ver carros mais tecnológicos e calendário com mais provas na Costa Leste dos Estados Unidos

POWER BICAMPEÃO DA INDY: A CORREÇÃO DE UMA INJUSTIÇA HISTÓRICA | GP às 10

Diretor-executivo da McLaren, Zak Brown esteve presente na rodada final da Indy em Laguna Seca, no último domingo (11), e em conversa com jornalistas, falou sobre as melhorias que o campeonato pode fazer. A equipe terminou 2022 com duas vitórias conquistadas nas mãos de Pato O’Ward, sétimo colocado no campeonato. Além de Felix Rosenqvist, que terminou em oitavo.

O mandatário da McLaren falou sobre o desejo de ver mais corridas da Indy na Costa Leste dos Estados Unidos, em praças como Nova York, Philadelphia, Nova Jérsei e Massachusetts, além de sugerir um avanço tecnológico nos carros, apesar de entender que isso é pouco provável.

“Eu acho que podemos melhorar o calendário na Costa Leste. Gostaria de ver novos carros, mas acho que sou minoria. As corridas são ótimas, mas penso que este esporte é sobre tecnologia. O problema é que, em cinco anos, vamos falar a mesma coisa: bom orçamento, as corridas são boas. Por que mudar? Em que ponto você muda? Acho que a categoria vai dar um tiro no braço se levar a tecnologia a um outro nível”, comentou Zak.

LEIA MAIS: Temporada da Indy registra melhor audiência na televisão americana desde 2016

Felix Rosenqvist (Foto: IndyCar)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Brown também citou que prefere pequenas melhorias na Indy em vez de um investimento em produção audiovisual, como no caso da Fórmula 1, que explodiu de popularidade nos Estados Unidos após o lançamento da série documental ‘Drive to Survive’, da Netflix.

“A Indy precisa de um monte de pequenas coisas em vez de sair na Netflix, embora isso pareça ser o truque da F1 na América do Norte. Mas acho que tivemos mais sorte do que bom trabalho nesse resultado. O orçamento é fantástico, o custo-benefício é o melhor e as corridas são incríveis, mas o calendário pode melhorar, e as atividades digitas que fazemos podem ser aprimoradas”, completou.

A temporada 2022 da Indy teve 17 corridas entre 27 de fevereiro e 11 de setembro, com o australiano Will Power levantando o segundo título na carreira, com o americano Josef Newgarden vice e o neozelandês Scott Dixon em terceiro.

O post McLaren sugere novos carros e mais corridas na Costa Leste no calendário da Indy apareceu primeiro em Grande Prêmio.