Red Bull diz que vencer seis corridas restantes da F1 2022 “seria pedir muito”

A "enorme variedade de circuitos" restantes no calendário deste ano foi a razão encontrada por Christian Horner, chefe taurino, para apontar dificuldade da missão de ter 100% de aproveitamento até o fim da temporada

Com a Ferrari sendo sua própria principal rival, a Red Bull sobra na temporada de 2022 da Fórmula 1. Max Verstappen tem 11 vitórias para a conta no ano, sendo 5 delas seguidas, e caminha a passos largos para o bicampeonato. A equipe dos energéticos, por sua vez, conta com 12 triunfos na disputa e, assim como seu principal piloto, já coloca as mãos na taça — só que do Mundial de Construtores.

Mesmo com o ótimo desempenho — que gerou elogios até mesmo de Lewis Hamilton —, o chefe taurino Christian Horner acredita ser difícil que a Red Bull tenha 100% de aproveitamento daqui até o fim da temporada.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Isso seria pedir muito. Há uma enorme variedade de circuitos (pela frente). Singapura, comparando com Monza, tem o maior número de curvas no calendário. É uma pista de rua, irregular — então o desafio é muito diferente”, analisou Horner.

O chefe da Red Bull vê o bom desempenho do RB18 em diferentes pistas como um trunfo taurino para as disputas restantes do calendário. Se vencer todas as seis corridas que faltam na temporada é tarefa difícil, a postura agressiva do time promete, ainda assim, render alguns frutos em 2022.

RB18: capaz de vencer todas as disputas restantes no calendário? (Foto: Red Bull Content Pool)

“Estamos em uma grande posição no campeonato. Mas vamos ser agressivos em cada corrida e fazer o melhor que pudermos — para que os pontos venham por conta própria. Fomos rápidos em Spa, Zandvoort, Monza e até mesmo em Budapeste. Então, em traçados variados, o carro tem performado muito bem”, apontou Horner.

A Fórmula 1 chegou ao fim da parte europeia da temporada 2022 justamente em Monza. O campeonato continua entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro, direto de Marina Bay, com o GP de Singapura.

O post Red Bull diz que vencer seis corridas restantes da F1 2022 “seria pedir muito” apareceu primeiro em Grande Prêmio.