Red Bull lamenta chance perdida de assinar com Piastri para Programa de Jovens Pilotos

Segundo Christian Horner, time dos energéticos teve a chance de contratar o jovem australiano no início de sua carreira. O chefe taurino na Fórmula 1 não escondeu o arrependimento com a decisão de deixar Piastri escapar

A vida — de todos nós — é feita de decisões certas e decisões erradas. Com relação a Oscar Piastri, a Red Bull certamente escolheu o caminho errôneo. Isso porque o chefe taurino, Christian Horner, revelou no podcast Beyond the Grid que a equipe dos energéticos deixou passar uma oportunidade de assinar com o jovem australiano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Ele pilotou pela Arden (time fundado por Horner) na Fórmula 4 e na Fórmula Renault, e foi obviamente um talento significante. A Red Bull teve uma oportunidade de analisá-lo naquela época, e decidimos não fazê-lo — e me arrependo disso”, revelou Horner.

O chefe da Red Bull também comentou sobre a situação envolvendo piloto, Alpine e McLaren. Horner garantiu que, caso Piastri fosse membro da Academia de Pilotos do time dos energéticos, seu contrato estaria minuciosamente detalhado a favor da esquadra.

Christian Horner (Foto: Red Bull Content Pool)

“O que ele conquistou é fenomenal, tanto na Fórmula 3 quanto na Fórmula 2. Agora, se fosse um piloto do nosso programa, não teria como ele não estar trancado a sete chaves por um período de tempo. Como eu disse: não estive presente, é difícil jugar o que foi prometido ou renegado, e assim vai. Mas, certamente, foi (decisão de Piastri de deixar a Alpine e acertar com a McLaren) inesperado — provavelmente por várias áreas”, completou.

Ainda sobre o tópico “jovens talentos”, Horner rebateu Helmut Marko. O consultor da Red Bull afirmou que nenhum piloto do programa taurino seria bom o suficiente para substituir Pierre Gasly na AlphaTauri — já que a equipe de Faenza mira Nyck de Vries como substituto do francês.

LEIA TAMBÉM
+ AlphaTauri dá voto de confiança e renova com Tsunoda para temporada de 2023 da F1

“Estamos continuando a investir na juventude — temos ótimos pilotos jovens no programa, desde o kart-Fórmula 4. É algo que a Red Bull tem feito muito bem, dando uma chance a essas crianças, investindo no jovem talento — e dando oportunidades que, de outra maneira, eles não teriam”, afirmou.

“Isack Hadjar na Fórmula 3, este ano, teve uma grande temporada de estreia. Ayumu Iwasa na Fórmula 2 foi um piloto de destaque para mim — e eles são somente duas pessoas do nosso programa. Liam Lawson teve uma temporada difícil, mas é outro talento também. Dennis Hauger tem decepcionado um pouco na Fórmula 2, depois de um ano dominante na F3. Mas novamente: o quão ele é culpado disso e o quão o equipamento tem responsabilidade?”, finalizou o chefe da Red Bull na F1.

O post Red Bull lamenta chance perdida de assinar com Piastri para Programa de Jovens Pilotos apareceu primeiro em Grande Prêmio.