Drugovich inicia trabalhos na Aston Martin e realiza primeiro teste em simulador

Felipe Drugovich esteve na sede da Aston Martin, onde deu voltas no simulador e tirou o molde do assento para participar do treino livre para o GP de Abu Dhabi da F1, que acontece em novembro

Felipe Drugovich deu início oficialmente ao trabalho como piloto de desenvolvimento da Aston Martin para a temporada 2023 da Fórmula 1. O atual campeão da F2 esteve na sede da equipe, em Silverstone, e deu algumas voltas no simulador, além de ter feito o molde do assento para o treino livre 1 do GP de Abu Dhabi, que vai encerrar a temporada da F1 em novembro.

A equipe compartilhou em sua conta oficial no Twitter fotos de Drugovich em seu primeiro dia de trabalho. “Sorria, Felipe Drugovich, você está numa posição importante”, escreveu a equipe na legenda, prometendo, em seguida, que mais imagens do brasileiro com a Aston Martin serão divulgadas em breve.

“Primeiro dia de Felipe Drugovich no escritório finalizado. O primeiro piloto de desenvolvimento da equipe e campeão da Fórmula 2 se juntou ao nosso QG, onde passou um tempo com a equipe, deu voltas no simulador e recebeu o seu primeiro assento para o final do ano”, acrescentou a Aston Martin em outra postagem.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Drugovich começou os trabalhos com a Aston Martin nesta semana (Foto: Aston Martin)

Além da estreia na principal categoria do automobilismo mundial no TL1 de Abu Dhabi, Drugovich também vai participar dos testes com pilotos novatos que acontecerão em seguida, também no circuito de Yas Marina.

O anúncio da contratação de Drugovich pela Aston Martin veio em 12 de setembro. A equipe confirmou que, em 2023, o piloto passará por um programa de testes extenso com o carro de 2021, além de participar de alguns finais de semana de corrida como reserva do time.

Drugovich conquistou o título da temporada 2022 da Fórmula 2 por antecipação na última rodada, em Monza. Apesar de abandonar a corrida sprint por conta de um acidente com Amaury Cordeel, o paranaense viu o rival Théo Pourchaire completar a prova apenas na 17ª colocação. O campeonato de Felipe teve cinco vitórias e outros quatro pódios até o momento.

Para 2023, a Aston Martin já definiu a dupla titular de pilotos. O canadense Lance Stroll, filho do diretor-executivo Lawrence, será mantido e ganhará a companhia do bicampeão mundial Fernando Alonso, que chega da Alpine para substituir o tetracampeão Sebastian Vettel, que deixará o esporte ao fim da temporada 2022 da Fórmula 1.

O post Drugovich inicia trabalhos na Aston Martin e realiza primeiro teste em simulador apareceu primeiro em Grande Prêmio.